Depressão

Ansiedade & Cia?

Ganhe acesso imediato a este E-book gratuito pra sair dessa sofrência:

Em Breve: Depressão - Como se curar

Uma surra de jacas te ensina

Ciência pura lindeza!

Seta

Quer acabar com recaídas da depressão e ansiedade? Dá-lhe eu-observador! (parte 1)

Quer acabar com as recaídas da depressão e ansiedade? Dá-lhe eu-observador! (parte 1)

Se você quer acabar com recaídas da depressão e ansiedade (ou outro transtorno da cachola), esse remédio do eu-observador é o que você precisa.

Não tem contra indicação e seus efeitos colaterais apenas melhoram sua saúde.

O único porém é: se você tá bem male ou se anda vendo e ouvindo coisas que não existem, busque orientação de um terapeuta/médico pra tomá-lo.

Como tomar esse remédio?

Através da Meditação

Mas não é qualquer técnica de meditação, e sim a que tem foco em despertar seu eu-observador.

Ou você vai acabar apenas com mais um trumbisco da moda na sua vida, que vai te levar do nada pro lugar nenhum.

Sim, porque meditação é tendência, monamur.

Mas, pra ela te ajudar de fato a vencer* a depressão e ansiedade, seu foco precisa ser em despertar seu eu-observador.

Que porr@ é essa de eu-observador?

É o foco da meditação verdadeira.

Porque muita gente com essa moda toda da meditação, acha que o negócio é ficar parado respirando, brigando com a mente pra parar de pensar…

Ou que meditação é uma técnica de concentração ou de contemplação… e meditação não é nada disso.

Vou te trazer nesta série de 5 posts, ensinamentos de mestres birutas e muito sábios que esclarecerão o assunto.

(Mestres birutas, porque eles são irreverentes e muito “fora da caixa”, do jeito que a gente gostcha!)

E eu mesma fiz esses vídeos pra explicar o eu-observador.

Mas bora aprender com esses sábios, porque os caras vivenciaram isso a fundo e eu sou só uma principiante que teve a sorte de aprender com meus terapeutas sobre o eu-observador.

E graças à isso, me curei da depressão grave e outros transtornos da cachola que tive (por mais de 20 anos).

Se eu consegui, você também consegue!

Por que meditação não é concentração?

O texto abaixo te explica. Ele é de um mestre cosiderado polêmico, cujos livros e vídeos me ajudaram demais no meu processo de cura: OSHO

“…a mente para a concentração é inútil porque ela prossegue revoltando-se, ela continuará caindo de volta para seus velhos hábitos.

Você a puxa de volta novamente, e ela escapa.

Você a traz de novo para o assunto o qual estava se concentrando e subitamente descobre que está pensando em outra coisa – você esqueceu sobre o que estava se concentrando.

Isso não é uma tarefa fácil.

Twittável: "Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come, 
se meditar o bicho some" unknown @anamariasaad 
http://bit.ly/29pv0Fy

meditação depressãoSer apenas um observador dela, porém, é uma coisa bem simples

Tudo que você precisa fazer é observar. Seja o que for que esteja acontecendo em sua mente, não interfira, não tente pará-la. 

Não faça coisa alguma. Apenas observe.

Observar não é um fazer.

Assim como você observa o pôr do sol ou as nuvens no céu, observe o tráfego de pensamentos: relevante, irrelevante, consistente, inconsistente, qualquer coisa que esteja ocorrendo.

Você simplesmente observa, mas não se preocupa com nada. Seja observador.

Nada é da sua conta: se for ambição que estiver passando, deixe-a passar; se for raiva passando, deixe-a passar. Se for alegria ou amor, continue a deixar passar.

Não interfira, não julgue. São apenas pensamentos passando. Deixe-os passar e apenas observe.

Essa é uma simples metodologia de observar a mente, onde você “não tem nada a ver com isso”…

Abandone a obrigação de saber qualquer coisa sobre o que você observa. 

os sintomas transtornos mentaisVocê verá o que está errado, onde alguma coisa está errada, mas você permanece separado.

Apenas fazendo e treinando isso, um dia, subitamente, você será capaz de observar sua mente sem julgá-la – esse procedimento traz a quietude.

Muitas vezes VOCÊ IRÁ FRACASSAR, mas isso não deve preocupá-lo…

Não há nenhuma perda, isso é natural.

No entanto, uma vez que tenha sentido paz, por menor que tenha sido o tempo de duração, uma vez que você tenha, mesmo por um único momento, se tornado o observador, você então saberá como se tornar o observador!

Meditação, portanto, é simplesmente observação, consciência.

E isso apenas revela – não inventa nada. Você encontra a quietude…

Uma vez nesse espaço, sua mente sai renovada, atenta.

Você continuará a viver no mesmo mundo, mas não do mesmo modo. Você estará entre as mesmas pessoas, mas não com a mesma atitude, não com a mesma abordagem.

Você irá viver como um lótus na água: dentro d’água, porém absolutamente intocado pela água.

(Do Texto: “Ser zen é meditar” de OSHO)


Por mais que você esteja boiando, no fundo alguma coisa você tá entendendo…

Mas realmente… Imagina se você não conhecesse o sabor doce e eu fosse tentar te explicar o danado.

É mais fácil o quê? Você experimentar um doce e ter a real sensação do que é, né!

Com a meditação a mesma coisa.

Argumentos e explicações não são capazes de te explicar o que é esse lance do eu-observador, porque  é algo que não tem como entender com o intelecto.

Você precisa experienciar.

Então, quando você praticar a meditação com essa mentalidade de ser apenas um observador, aí a coisa fará sentido.

Bora pro próximo post dessa série? Você aprende como acabar com as recaídas da deprê através do eu-observador 🙂

Força na peruca
Bjoka com amorrrr
Ana Maria Saad
Fotos: filme SS de Beauté e acervo pessoal

*AVISO MEGA IMPORTANTE: lindeza, não queremos insultar sua inteligência, mas somos obrigados a deixar claro que não prometemos que você vai se curar – os resultados variam de indivíduo pra indivíduo. A gente te mostra os caminhos, mas trilhar o caminho da sua cura dependerá só de você!

Bora pro próximo post dessa série? Você aprende como acabar com as recaídas da deprê através do eu-observador 🙂

Uma resposta para “Quer acabar com recaídas da depressão e ansiedade? Dá-lhe eu-observador! (parte 1)”

  1. FABIO DE BARROS disse:

    Acredito que reconhecer a causa, o motivo de ter adoecido é o primeiro passo.
    Tenho plena consciência que foi minha mente que adoeceu , e preciso observar minha mente para os sintomas da depressão desaparecerem.
    E também colocar em prática todas as técnicas que aprendi para despertar cada vez mais o eu observador. Ficar só no intelecto não adianta, tenho que praticar……….

Pegue esse ebook gratuito hoje:

Tablet e smartphone
7 Causas para você ter adoecido
  • A ciência que embesa sua cura
  • Como acabar com as recaídas
  • Remédio não é para a vida toda (ufa)!