Depressão

Ansiedade & Cia?

Ganhe acesso imediato a este E-book gratuito pra sair dessa sofrência:

Em Breve: Depressão - Como se curar

Uma surra de jacas te ensina

Ciência pura lindeza!

Seta

O Suicida que mudou a vida de Gisele Bundchen

Gisele Bundchen

Se Gisele Bundchen não tivesse encontrado esse Suicida, talvez hoje ela não seria a Top Model mais bem paga do mundo.

Gisele Bundchen não nasceu em berço de ouro, nem teve as facilidades que uma boa rede de contatos proporciona. Sua mãe não era amiga de gente influente, tipo a Fátima Bernardes. 

Gisele era uma zé-ninguém, uma meninota do interiorzão do Brasil que trabalhou duro pra construir uma carreira brilhante.

Sempre muito ligada na família, a Top Model já contou que suas irmãs são suas melhoras amigas.

Como seus pais não deviam ter TV, Gisele Bundchen tem 5 hermanas! Imagina a bagunça que era a casa onde a modelo cresceu! E como o pai dela aguentou conviver com 7 mulheres???

Imagina aquela meninada fofocando, brincando de paquita da Xuxa, e assistindo as novelinhas e aos filmes do momento, se derretendo pelos mocinhos

Consigo até fantasiar como foi o bate papo da Gisele com suas 5 irmãs quando ela ficou pela primeira vez com o ator hollywoodiano Leonardo DiCaprio: “Gente, eu gonguei a Rose! Peguei o Jack do Titanic!!!”

Leonardo di caprio titanic

E suas manas sem acreditar que Jack, do aclamado filme Titanic, poderia se tornar cunhado. Se fosse um galã da Globo tipo Gianecchini, elas já ficariam de queixo caído, mas era o galã hollywoodiano, uau!

Agora, como Gisele Bundchen saiu de uma cidadezinha do interior e conquistou o mundo da moda chegando a namorar com uma estrela de Hollywood?

Ela mesma conta – e isso não é fantasia minha, tá! – que no seu primeiro circuito internacional aos 17 anos de idade, os diretores de casting mal olhavam na sua cara e alguns implicavam com seu nariz.

Depois de receber mais de 40 nãos em vários testes, finalmente o consagrado estilista Alexander McQueen lhe deu uma chance e, segundo um tweet da própria Gisele, isso abriu várias portas em sua carreira.

Gisele Bundchen Alexander

O Suicida

Alexander McQueen é um nome de peso no mundo fashion. Um designer britânico incrível que se matou em 2010 chocando o mundo da moda e levantando questões: como um cara que tem tudo se mata assim?“.

Na época do suicídio de McQueen eu já tinha iniciado a ONG com título de OSCIP Pensamentos Filmados e estávamos finalizando a web série Jogatina, onde minha personagem coincidentemente usava uma scarf de sua grife.

Pensei: “que pena, se esse homem tão talentoso conhecesse nosso trabalho teria encontrado uma saída que não o suicídio.”

Alexander McQueen webserie

O que a mídia disse na época era que Alexander McQueen estava sob forte pressão no trabalho e enfrentava uma grande depressão devido a morte de sua mãe. Mas, como uma boa Suicida Sobrevivente, achei que tinha algo mais.

As causas do Suicídio

Segundo diversos estudos científicos, inclusive de Professores de Psiquiatria da prestigiada Universidade de Harvard, geralmente nesses casos de suicídio, basta levantar o histórico da infância/adolescência da pessoa.

E as causas dela ter se tornado uma suicida aparecerão: abuso físico, abuso emocional, abuso sexual, negligência, lar disfuncional e/ou bullying são situações que afetam a estrutura e funções cerebrais, e isso está relacionado a transtornos mentais e suicídio na fase adulta.

Ou seja, todos esses abusos acima podem fud#@r o cérebro de uma criança, que quando virar adulta provavelmente terá um transtorno mental, como depressão, bipolaridade, borderline, esquizofrenia, etc, podendo se tornar um suicida, como foi o caso de Alexander McQueen.

Twittável: "A criança que fomos um dia 
ainda influencia no adulto que somos hoje" Ana Maria Saad @anamariasaad 

Alexander Mcqueen

O problema principal de Alexander McQueen não foi a pressão no trabalho ou o luto pela morte da mãe, como a mídia especulou, mas algo anterior: o fato do pequeno Alexander aos 9 anos de idade ter sofrido abuso sexual do seu então cunhado.

Abuso Infantil leva a suicídio na fase adulta

Segundo pesquisas, como de Patrick McGowan do Douglas Mental Health University Institute, abusos infantis modificam um gene chamado de NR3C1 que afeta a habilidade da pessoa lidar com o estresse.

É fato: o que acontece na infância molda o adulto que somos.

pesquisas mais que suficientes que comprovam que o estrago não é só psicológico mas físico: um cérebrozinho infantil pode vir a se tornar um cérebro adulto todo zoado graças a abuso físico, abuso emocional, abuso sexual, negligência, bullying e/ou a convivência em um lar disfuncional durante a infância.

E a mídia precisa começar a divulgar isso pra que a gente tenha mais consciência e proteja mais nossas crianças.

Então passa esse post pra frente

Compartilhe esta página

Assista esse curto episódio do Ana TV – Saúde da Mente pra aprender mais sobre isso e fazer as pazes com o fato de ter adoecido!

PS: Saiba que de acordo com diversos estudos científicos, técnicas, como Yoga e Meditação, tem o poder de alterar o cérebro, ou seja: não é porque alguém teve o cérebro esculhambado na infância que o coitado tá condenado a viver mal. POR EXPERIÊNCIA PRÓPRIA e com apoio da ciência: não tá!

PASSA ESTE POST PRA FRENTE. Mais alguem precisa dele!

Compartilhe esta página

É isso lindeza, e agora me diga nos comentários abaixo:

Você sabia o que era abuso emocional? Lar disfuncional? Negligência? Abuso sexual? Abuso físico?  Bullying? Vc já tinha ouvido falar que esses abusos causam estragos no cérebro?

Me conta sua experiência nos comentários abaixo, lembre que aqui já somos uma comunidade onde pessoas vem buscar conforto, conhecimento e inspiração, logo sua vivência pode ser exatamente o que alguém precisa pra se sentir confortado e compreendido.

IMPORTANTE: compartilhe seus pensamentos e experiência diretamente nos comentário. Links para outros posts, vídeos, etc, serão deletados porque são identificados como spam.

Gracias por nos visitar!

PS: Conheça nosso Club da Cachola! Nele você tem acesso ao inovador MedISMente – Congresso Online de Medicina Integrativa na Saúde da Mente – que te mostra caminhos que não incluem o suicídio!

E lembre que bost#@s acontecem na vida, faz parte e você não tem controle sobre isso. Mas você pode controlar o modo de encarar essa merd#@ toda. Eu te convido a usá-la como adubo para seu crescimento interno, topa o desafio?

Fotos: Divulgação, Websérie Jogatina, Montagem Zueira de ET
Gifs: Feitos por amigos

Os comentários estão desativados.

Pegue esse ebook gratuito hoje:

Tablet e smartphone
7 Causas para você ter adoecido
  • A ciência que embesa sua cura
  • Como acabar com as recaídas
  • Remédio não é para a vida toda (ufa)!