Depressão

Ansiedade & Cia?

Ganhe acesso imediato a este E-book gratuito pra sair dessa sofrência:

Em Breve: Depressão - Como se curar

Uma surra de jacas te ensina

Ciência pura lindeza!

Seta

Pensamentos Negativos da Depressão: uma técnica simples pra sair disso

pensamentos negativos

Se há 15 anos atrás eu trombasse num gênio da lâmpada e pudesse realizar um único desejo certamente pediria pra tirar férias eternas de mim mesma.

Eu não aguentava mais os pensamentos negativos da depressão.

Meu maior desejo era ser qualquer outra pessoa, menos eu.

Por que se existisse carnaval no inferno, meu amor, a minha cabeça era a Sapucaí do Demo.

Ah, e como eu desejei nunca mais acordar pra ter que enfrentar aquela baderna toda.

Não à toa eu tentei me matar duas vezes, né?

A mega burrice dos pensamentos negativos da Depressão

Hoje eu sei que se eu tivesse pedido isso pro gênio da lâmpada teria feito uma mega burrice.

Sabe por quê?

pensamentos negativos genio da lampadaPorque eu não precisava de nenhuma lâmpada mágica pra realizar meu desejo de tirar férias de mim mesma.

Eu podia fugir da minha mente ‘Sapucaí do Inferno’ a qualquer momento, porque o poder pra isso já existe dentro da gente, mas assim como você, eu só não sabia.

Continue comigo que você saberá e aí quando o gênio da lâmpada aparecer, você não vai desperdiçar seu pedido, lindeza!

Pensamentos Negativos: da onde vem?

No meio daquele mal estar todo eu não percebia que quem tava causando aquela confusão era a minha mente.

A Sapucaí do Inferno não era eu, ela acontecia na minha mente.

PERCEBE A DIFERENÇA?

Se você tem uma micose, você não é a micose. Se você tem um tumor, você não é o tumor. Certo?

depressão recaidaO problema é que com os transtornos da cachola a gente acha que é o transtorno, porque estamos identificados demais com a nossa mente pra percebermos que não somos a bagunça e o mal estar que se apoderaram dela.

Sabe o que isso significa?

Você pode a qualquer momento fugir do mal estar, tirar a tão sonhada férias de si mesmo.

Afinal, você não é o que você pensa que é…

“Hein?! Como assim??? Será que eu sou um unicórnio então?”

Quem é você?

Vai saber…

Só sei que você não é esse turbilhão de pensamentos que te deixam louco, nem suas emoções descontroladas, nem essa negatividade da depressão que parece ter se apoderado da sua vida e principalmente:

você não é esse mal estar desesperador.

O mal estar está na sua mente, mas você é outra coisa.

E isso não é nenhuma maluquice da minha cachola não, viu?

Isso é algo que os sábios vem ensinando o povo há milênios através da MEDITAÇÃO, prática que a ciência comprova como excelente aliada da saúde e que não tem nada a ver com o que você pensa que é.a prova de morte

Então pára de torcer seu belo narizinho pra esse tema, porque é a meditação que vai te SALVAR! 🙂

Meditação pra Pensamentos Negativos

A prática a que me refiro não tem a ver com o modismo de técnicas pra relaxar, concentrar ou ficar pagando de “cool” no Insta, beleza?

Tô me referindo ao princípio básico da meditação, que alguns chamam de EU-OBSERVADOR, que é justamente este grande poder que habita dentro de você e que te permite tirar férias desse mal estar.

Agora vô fazer a gênia da lâmpada pra você e vou te ensinar nesta sequência curtinha de 2 episódios do Ana TV:

  • Como despertar seu Eu-observador – pra você começar a sair desse ciclo de sofrimento dos pensamentos negativos.

Bora assistir com atenção!

Tweet: "Meditação não é algo que você faz de manhã e pronto.
É algo que você segue vivendo a cada momento de sua vida"
OSHO @anamariasaad

HELLO:

Lindeza, este super poder já habita dentro de você, mas ele não é ativado do dia pra noite, tá?

Pra acabar de vez com este mal estar desesperador que você sente é preciso despertar o seu Eu-observador a cada segundo do seu dia. E isto exige muito treino.

CURA* é um processo que leva tempo, é trabalhoso, mas vale muito a pena! E apesar do Eu-observador ser a grande chave pra isso, você ainda precisará transformar muitas outras coisas na sua vida.

Por isso, clica no botão abaixo e INSCREVA-SE DE GRAÇA pra receber dicas pra acabar com esse mal estar e criar uma vida incrível que vale a pena viver.

pensamentos negativos como melhorar


Quer ajudar 46 milhões de brasileiros que também sofrem do mal do século XXI (de acordo com o Ministério da Saúde)?

É só COMPARTILHAR este post nas suas redes sociais. Vamos nos empoderar com conhecimento “fora da caixa” e tomar as rédeas da nossa saúde. Yes we can!!!

Compartilhe esta página

Sua participação só enriquece nossa comunidade, #juntos somos mais fortes, então comente! 

Me conta nos comentários você já experimentou alguma técnica de meditação? Qual? Como foi? Você já teve um momento em que percebeu que estava observando os seus pensamentos, as suas vozes internas?

ATENÇÃO: aqui não é muro das lamentações. Comentários que apenas remoem problemas sem buscar soluções, não serão publicados, beleza?

IMPORTANTE: não use links, eles são considerados spam e seu comentário acaba sendo deletado automaticamente (e aí eu choro…)

Shit happens. Bora pegar essa bost@ toda e usar como adubo pro seu crescimento interno?

Força nessa peruca, lindeza! 
Com amor,
Ana Maria Saad 

 *AVISO MEGA IMPORTANTE: lindeza, não queremos insultar sua inteligência, mas somos obrigados a deixar claro que não prometemos que você vai se curar: os resultados variam de indivíduo pra indivíduo. A gente te mostra os caminhos, mas trilhar o caminho da sua cura dependerá só de você!

Fotos: Stills Filme VIDA
Gifs: Feitos por amigos

46 respostas para “Pensamentos Negativos da Depressão: uma técnica simples pra sair disso”

  1. Augusto Siqueira disse:

    Que página espetacular, uma ótima ideia pra mostrar o valor da vida aos que querem cometer suicídio. Parabéns!!

  2. Adriana disse:

    Curti. Mas não consegui me inscrever tbm!

  3. Alessandra disse:

    Oi Ana, eu sofro com depressão desde os os 14 anos, hj estou com 33, não penso em suicídio amo a vida e, na verdade esse é meu tormento, vivo atormenta com pensamentos negativos sempre imagino que algo ruim pode me acontecer ou q sofro de alguma doença fatal… Sinto até sintomas, e percebo que isso piora sempre que recebo a notícia que alguém morreu… Nunca fiz terapia, sofro muito com isso, minha mente está sempre cheia de pensamentos ruins… Alguns são tenebrosos, chego a criar situações terríveis na minha mente… Gostaria muito de aprender como fazer com que isso não me afete tanto.

  4. ROSANA DOMINGUES DE ANDRADE disse:

    Porque é perigoso fazer meditação sem aterramento? Por favor, explique melhor. Obrigada!!!

    • Olá Rosana. O aterramento é necessário pq quem tá com uma doença da mente está desconectado do corpo e então se perde no mental.. acha que a realidade de tudo e de todos é oq a mente diz. mas a mente mente e ela só reflete a forma como vc vê a vida, que pra quem sofre de transtorno é sempre uma realidade distorcida e negativa, com vício na dor. Por isso sempre sempre atenção nos pés. Em breve teremos um material pra ensinar sobre o aterramento se inscreva aqui no nosso mailing pra não perder: anamariasaad.com.br/inscreva

      Esta série tbm pode te ajudar a entender mais sobre a meditação: http://www.anamariasaad.com.br/acabar-com-recaidas-da-depressao-e-ansiedade-da-lhe-eu-observador-parte-1/

      Bjoks

  5. Helen disse:

    Gostei muito mas não consegui me inscrever para receber ajuda.

  6. CARLOS FRANCA disse:

    Olá Ana tudo bom com você? Eu tive uma crise de ansiedade no dia 02 de agosto e desde então tenho tido dificuldades pra fechar os olhos e pegar no sono, quando vou cair no sono eu desperto meio angustiado. Estou muito melhor e no dia que li sobre o Eu Observador eu consegui assimilar e me ajudou muito…porém tá meio dificil pra tirar um cochilo de tarde e pra dormir durante a noite também acho que porque já fico apreensivo né?

    • Olá Carlos! Meu amor é essencial vc buscar terapia, pq sozinho vc não vai dar conta, precisa entrar em contato com as raízes dessa sua angústia. Leia esse nosso guia aqui q ele pode te ajudar, o item 2 vai te explicar onde está a origem destes transtornos, veja se vc se identifica. E no item 8 mostramos os tratamentos que vc pode buscar!
      Qquer dúvida nos escreva, mas tem jeito, meu anjo, vc só precisa buscar as ajudas certas.. e persista no eu-observador, ter consciência que sua mente é que te causa sofrimento e que tipo de pensamento se passa aí dentro é a chave número 1 pra vencer!
      Veja aqui: http://www.anamariasaad.com.br/guia-vencer-a-depressao-e-ansiedade-panico/

  7. Marcos disse:

    Boa tarde! Penso em suicídio algumas vezes. Acredito que meu problema seja o trabalho, tenho 34 anos e desde os 21 trabalho em call center. Não consigo mudar de área e sofro constantemente por estar numa função tão estressante. Não encontro energias pra estudar, fazer um curso. Estou quase pedindo demissão mas tenho dívidas com cartão de crédito e contas do meu dia dia. Moro sozinho e não posso contar com ninguém de minha “familia”. As vezes tenho dúvidas se meu problema é realmente meu trabalho ou se é algo inerente a mim mesmo independente da situação. Me lembro desses tipos de sentimentos de grande tristeza e sofrimento interno desde minha adolescência, muito antes de começar a trabalhar. Penso que já tenho o problema dentro de mim e este péssimo trabalho, o qual odeio com todas as minhas forças, potencialize este sentimento de tristeza profunda que me domina e me impossibilita de ter ter ânimo pra mudar.

    • Marcos, meu amor, vc mesmo sabe a resposta.O trabalho é apenas a ponta do iceberg, assim como os sintomas. A grande raíz disso tudo sempre está na nossa criança ferida… por isso, mergulhe na sua história de vida, entenda essas relações familiares entre as quais vc cresceu, como vc era tratado q vc encontrará as saídas pra essa dor…

      por isso sugerimos que vc busque um profisisonal humano pra te ajudar nessa caminhada, um terapeuta holístico pra começar, constelação familiar.. enfim, nesse guia aqui nós te explicamos tudo: http://www.anamariasaad.com.br/guia-vencer-a-depressao-e-ansiedade-panico/

      Mergulhe nele, ele te ajudará a clarear! Bjoks e qlquer coisa estamos aqui!

  8. Valéria Azevedo disse:

    Maravilhosa. Obg !

  9. Marina chaves disse:

    Olá Ana não entendi muito bem sobre o aterramento e o eu observador. Mas quero te agradecer pela iniciativa. Bjus

  10. SHADOW disse:

    Olá Ana, primeiro quero te dar os parabéns pela sua iniciativa de tentar ajudar os outros com a sua experiência, isso que você faz é incrível mesmo.
    Mas hoje eu estou aqui não exatamente por mim mas sim pelo meu namorado que tanto amo. A minha história é um tanto complicada, eu já tive algumas psicoses, tinha mania de me cortar e tinha crises, fui desconfiando sobre ter Transtorno de personalidade limítrofe quando fui começando a piorar, mas o foco não é esse, eu nunca fui a um psicologo se quer, pode ser que eu não tenha nada inclusive. Mas isso é só pra dizer como é difícil controlar minhas emoções, sou uma pessoa muito explosiva. E não sou a pessoa ideal para levantar uma outra…
    Mas o real problema da minha vida mesmo não é esse, e sim o meu namorado que ultimamente sente muita vontade de se matar, o abuso infantil não ocorreu dentro de casa, mas ele sofreu a vida toda, principalmente bullying, e teve pais muito ausentes que nunca o ajudaram a superar. Eu sempre converso com ele, tento entender o que ele sente, uso Deus, uso razão, digo que ele tem que se tratar porque é uma doença que pode curar. Na hora passa, depois a ideia volta na cabeça dele. Outro problema de fato é que ele fica extremamente para baixo com qualquer coisa que acontece. As vezes eu me esqueço do cuidado que tenho que tomar e falo alto, falo uma frase com palavrão para ele como “segura direito isso, porra”, pronto, é suficiente para voltar tudo aquilo que ele sente de mágoa de não ser respeitado, provavelmente por ter sofrido bullying e ter ouvido coisas muito piores… É muito difícil para uma pessoa como eu ser gentil o tempo todo, afinal eu definitivamente não sou uma pessoa gentil.
    Mas eu quero segurar a barra, e tirar ele desse poço, mas eu não sei exatamente se estou fazendo as coisas certas. Eu nunca senti tanto medo ma minha vida.
    Eu tive uma única vez pensamento suicida, e entendo o porque ele quer se matar, não é pela morte em si é claro, e sim pelo alivio instantâneo. Eu sou uma borderline e a minha vida é ele, e sinto que se ele se matar eu terei fracassado, não consigo viver sem ele, principalmente se a causa da morte dele for eu mesma com a minha incapacidade de ser gentil. Sinto que se ele se suicidar meu destino será pior do que os sete infernos de Dante.
    Vou ver se consigo falar com ele para que ele se inscreva no site, agradeço e mais uma vez parabéns Ana.

    • Shadow meu amor grata por seu carinho viu? Olha, oq vejo é uma relação de co-dependência. Já ouviu falar sobre isso?

      Isso acontece quando duas crianças que foram feridas tentam complementar no parceiro as carências e traumas da infância. Então meu amor, apesar de hj seu namorado estar numa crise mais grave, com ideações suicidas, vc tbm é uma criança ferida (não minimize os seus problemas).

      E ngm tem que ser gentil o tempo todo. Se vc está desequilibrada é pq isso tudo tem uma razão de ser e precisa ser olhada. E isso vcs só irão resolver quando CADA UM decidir cuidar do próprio EU. VC não é responsável por ele, nem ele por vc. O autoconhecimento é AUTO, ou seja, só vc pode fazer por vc e só ele por ele. Assim, ambos cuidando de si, com autoestima, vcs poderão cuidar e amar mt mais um ao outro.
      Vejam este guia que fizemos, no item 2 vc vai ver a questão dos abusos e os tratamentos que são necessários buscar pra tratar esta questão.

      Ambos precisam de ajuda terapêutica, de médicos e terapeutas humanos que foquem em vcs e não na doença. Neste guia vcs entenderão tudo: http://www.anamariasaad.com.br/guia-vencer-a-depressao-e-ansiedade-panico/

      Força, estamos juntos e continuem nos acompanhando. neste links vcs entenderão melhor tbm como nossa ONg pode ajudar!
      Bjoks

  11. Géssica disse:

    Olá! Primeiramente parabéns pelo trabalho! E segundo, tá tudo meio cag@do na minha vida mesmo. E não tenho dindin para poder fazer um tratamento a sério com médicos. Não sei como agir, estou perdida.

  12. Wesley disse:

    Oi Ana meu caso é síndrome do pânico eu sinto muita falta de ar eai vem a hiperventilação e coração acelerado, meu caso foi o seguinte tive a primeira crise com 17 anos fiquei um ano nos remédios, depois decidi parar de tomar e me controlar, fiquem quase 5 anos sem sentir praticamente nada mas agora dó nada sem nenhum motivo a merdas.. Desculpa a palavra volta e quanto mais forço o ar mais sinto a falta dele parei até de malhar oque eu faço?

  13. leidiane disse:

    Oi Ana,estou passando por uma fase difícil já há 6 anos,dsd a morte de um ente querido meu Ta muito difícil suportar essa dor Vivo em conflito comigo mesma,tem dias que estou extremamente eufórica,alegre,super falante,porém, há dias que minha vontade é de me isolar de tudo e de todos Já pensei inúmeras vezes em suicídio, mas minha covardia não me deixa seguir com meu plano Já não sei onde procurar por ajuda,espero que você possa me ajudar 😿

  14. Margareth Gladys Diaz disse:

    Oi Ana… meu nome é Margareth, tenho 22 anos..sou atleta de boxe Olimpico.. já faz 10 anos que sigo está carreira… mas sabe.. nunca foi meu sonho ser atleta… eu estou realizando um sonho que é do meu pai… meus pais são muito conservadores sabe. .. vem de cultura isso.. eu sempre fui uma boa filha pra eles.. eu sou a caçula de 6 irmãos… faz muito que eu queria parar de treinar e seguir meus sonhos mas meus pais nunca aceitaram minha decisão..eles sempre falam que eu sou um projeto deles.. claro graças ao esporte consegui ser campeã paulista.. campeã brasileira.. e outras conquistas..mas nunca foi meu sonho… estou sofrendo demais com isso.. meus pais so sabem me julgar.. o meu pai é meu treinador e ele me humilha e joga meu auto estima pra baixo faz muito tempo.. diz que eu sou um fracasso..que sou um lixo.. as piores coisas.. em vez de levantar, eu me afundo mais.. já tem um tempo que penso em me suicidar . .. sinto vontade de me jogar na frente dos carros enquanto corro na rua.. ou me jogar da sacada de casa.. pois meus pais me oprimem muito.. meu sonho é fazer minha faculdade.. mas não quero mais competir.. só quero trabalhar pra crescer profissionalmente e pessoalmente e estudar.. mas eles não aceitam isso.. e estou cansando de viver assim..

    • Margareth, meu amor, não se mate qnd na verdade vc sabe mt bem que o problema não tá contigo. A sua vida pertence a vc e a mais ngm. Ngm pode te obrigar a fazer oq vc não quer. Busque ajuda, inclusive dentro da lei caso alguém te force a algo, te violente. A lei Maria da Penha está a seu favor.
      Sei que é difícil, pois vc passou uma vida sendo colocada como “projeto”de seus pais, e sabia que isso configuura abuso? Sim, abuso não físico, mas é abuso infantil. Por isso cabe a vc dar uma basta nisso, se coloque e vc precisará de ajuda profissional pra romper com isso. Por isso busque um bom terapeuta.

      Neste nosso guia é a melhor forma que temos pra auxiliá-la: http://www.anamariasaad.com.br/guia-vencer-a-depressao-e-ansiedade-panico/
      Itens 2 e 8 vão te esclarecer bastante!
      ‘Força, qualquer dúvida sobre isso nos escreva.!

  15. Ana Patricia disse:

    Oi Ana! Escrevo aqui chorando…mas desta vez de alegria! Por saber q eu tenho cura!!!!!! Tenho 32 anos. Como você, fui abusada pelo meu pai por anos. Eu nem sabia q isso é causa dos transtornos mais graves. Mas eu sei q sou louca rs Como é bom ter esperanças. Muito obrigada! Tenho ido num psiquiatra do sus. Q so quer me entupir de remédio. Mas eu não quero tomar. E não tenho $ p pagar outro médico. Minha dúvida! Consigo fazer terapia e tratamento p me curar, apenas com conteúdo on line? Yoga, por exemplo, já estou fazendo há 1 semana por videos no Youtube. Tem me feito muito bem! Um grande beijo! Obrigada por vc existir! !! E pelo seu trabalho! !!

    • Kelly Vieira - Time A disse:

      Ana Patrícia, amada, você é aquele tipo de pessoa que acredita em sonhos? Você acredita que um engraxate possa ser um empresário de sucesso, que um surdo possa ser um dos maiores músicos de todos os tempos, que um menino inseguro e abandonado pela mãe possa ser inspiração de liberdade para gerações de jovens, que uma menina depressiva e com tendências suicidas possa salvar muitas vidas? Você acredita em sonhos? Todos os exemplos que eu te dei foram sonhos que se tornaram realidade. Como eu poderia dizer que o seu sonho nunca será realidade? É claro que você pode se curar!
      Mas cuidado com a questão de apenas conteúdo online, nem tudo que está na internet é legal, é necessário filtrar um pouco, mas tem muita coisa que você pode fazer online sim.
      Quanto ao psiquiatra isso é algo que você não pode largar assim do nada, você está certa em não querer um psiquiatra que só queira te dar remédio, mas você precisa procurar outros, até encontrar um, eu sei que a tarefa é cansativa, mas não tem jeito e isso não tem como ser online!
      Comece lendo nosso “Guia sobre como vencer a depressão”, existem várias dicas que vão ajudar você a trilhar o seu caminho de cura!
      http://www.anamariasaad.com.br/guia-vencer-a-depressao-e-ansiedade-panico/
      Qualquer dúvida pergunta, ok?
      Força nessa peruka, gostei de sentir a energia e a empolgação no seu depoimento, você está no caminho certo!

  16. Roberto Raimondo Junior disse:

    Oi ANA, onde está o vídeo com dias do dia a dia que vc citou quase no final desse segundo vídeo acima, que fala sobre técnicas de aterramento e técnicas de meditação, e principalmente sobre como “utilizar” o nosso EU OBSERVADOR.

    • Raimundo querido esta série de vídeos completa você assiste no nosso canal do youtube! Clica aqui que vc vai ver! O vídeo com as dicas práticas do eu-observador estão neste vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=ukrDQIHF6FE (a técnica pra isso chama-se mindfulness, dá uma pesquisada que vc vai ver)!
      Mas assiste todos os que são mega importantes e vão te ajudar pq esse caminho do Eu-observador é o caminho da cura! Bjoks e parabéns pelo empenho!

  17. Gabi disse:

    Ana, to sofrendo de depressão há 6 meses.. já é o 2 psiquiatra que eu passo e não resolve, eu só queria voltar a ser quem eu era.. mas eu tenho crise de choro, sinto solidão e imaginando que pode ser algo mais sério, porque meu pai tem bipolaridade, mas até então só fui diagnosticada como depressão. Me ajuda, eu to recebendo as dicas pelo email, mas não sei onde buscar e quais são os tratamentos que você fez, que eu posso fazer. Obrigada desde ja

  18. THAYNA disse:

    Oi ana, eu sofro com a depressão des de os 15 anos agora tenho 18, passo com psicólogo e tudo mais de um tempo pra cá começou a piorar eu fiquei paranóica, fiquei agressiva e ngm compreende estou perdida não sei como me tratar, não posso contar com ngm na minha casa. Minha mãe mora longe de mim e moro com meus avós que acham que é tudo frescura, eu fico perdida com meus pensamentos que a maioria é ruim, preciso saber como me cuidar.

    • Thayna, meu amor, sei que é difícil que as pessoas ao nosso redor não entendam nem nos apoie. Mas vc entendendo oq se passa contigo, e principalmente, sendo a sua maior apoiadora isso já facilitará as coisas. Este guia foi feito pra te ajudar a entender oq se passa contigo, pq vc se sente assim e os caminhos a buscar: http://www.anamariasaad.com.br/guia-vencer-a-depressao-e-ansiedade-panico/

      Dê especial atenção aos itens 2, 3 e 8.

      Pra lidar com os pensamentos a melhor forma é aprendendo a usar a meditação, o despertar do eu observador. que ensinamos no item 6 deste guia.

      Força que tem jeito, vc só tá precisando ganhar este conhecimento pra ver que a culpa não é sua e que existe saída!

  19. Márlei Carlos disse:

    Ana, conforme vc solicitou à Geana que ela falasse sobre as fichas que caíram ao ler o material disponível, permita-me dizer algo sobre um vídeo especial:
    Foi quando vc explicou sobre abusos, traumas e etc…. Eu só me dei conta da tragédia que foi minha infância (violência patriarcal) e o que isso gerou em mim depois de sua explicação. Um dia eu ouvi um cantor famoso dizer que agradecia ao pai dele pelas surras que levou, mesmo imerecidas. Pensei! Ele está totalmente enganado!

    • Marlei, com certeza, infelizmente a violência infantil é a maior causa de doenças psiquiátricas e suicídios. Já existem comrpovaçoes científicas acerca disso. Mas olha, apesar de ser extremamente difícil aceitar que isso fez parte da sua infância, reconhecer e resgatar estas memórias é parte indispensável do processo. Pois não podemos melhorar e ser efetivamente pessoas saudáveis se negamos ou minimizamos o problema (oq é mt comum à vítima). Então agora que vc descobriu isso, vc entende a importância de se trabalhar uma boa terapia pra te ajudar?

      Vc está fazendo? Eu indico mt o Renascimento e a constelação familiar nestes casos. Aqui tem um vídeo que explica algumas destas técnicas: http://www.anamariasaad.com.br/cura-da-depressao-bipolaridade-borderline-etc/

      Neste ebook te mostro a abordagem que vc deve buscar pra se curar, que foi a base da minha cura: anamariasaad.com.br/inscreva

      Volte a me escrever se precisar de orientação, tá? Estamos juntos e força! =)

  20. Priiscilla disse:

    Olá, Ana! Espero que esteja tudo bem por ai. Encontrei o seu site pesquisando no youtube filmes sobre depressão, sempre fui muito mais muito mesmo ansiosa, neurótica, estressada e a três aos acabei perdendo meu irmão achei que fosse morrer com ele mudei, mais continuei a vida e a seis meses outro fato estressor aconteceu e bummm …. hoje em dia passo com médicos tomo remédios e nada, mais o que realmente me chamou atenção é que estou lendo o segundo livro do autor Augusto Cury e o primeiro chama se ” Ansiedade como enfrentar o mal do século” onde ele fala muito sobre os vários tipos de Eu’s que existem na nossa mente. Hoje eu me sinto um pouco melhor pois como você e muitos dizem a mudança tem que vir de nós, não sei controlar meus pensamentos, ainda é difícil desacreditar e tirar um pensamento ruim do inconsciente, não sei se estou no caminho certo, pois aprendi na dor a viver um dia de cada vez e sinceramente espero passar por essa e lá na frente ver esse sofrimento como um aprendizado. Infelizmente por conhecer seu site somente agora não pude assistir seus congressos mais quem sabe no futuro. Obrigada por dividir suas dores e angustias com nos que estamos perdidos neste universo que é nossa mente. Encerro com uma frase do livro que gosto muito: PENSAR É BOM, PENSAR COM CONSCIENCIA CRÍTICA É MELHOR AINDA, MAS PENSAR EXCESSIVAMENTE É UMA BOMBA CONTRA A QUALIDADE DE VIDA.

    • Pri, meu amor, primeiro grata por seu carinho e atenção. Bom vamos lá! Bem vindo ao mundo das pessoas que precisam colocar a mente a seu serviço e não mais ser dominadas por ela. Eu sempre conto esta história que nossa mente já era descrita pelos sábios nos livros sagrados como “um macaco louco picado por mil escorpiões”. Isso à margem do Rio Ganges há milênios. Imagine hj nesse caos? Acrescentamos ao macaco louco picado por mil escorpiões e com o rabo pegando fogo. Essa é a mente. E cnão há como pará-la. A chave não é lutar contra e sim aceitar e OBSERVAR. isso é meditar. e vem com treino! Veja este vídeo e treine todo dia: http://www.anamariasaad.com.br/meditacao-pra-depressao-nada-de-ficar-parado-sentado-sabia/

      Sobre o Congresso realmente ele passou mas existe algo muito melhor que fizemos a partir do material do Congresso que é o nosso Club da cachola. Já conhece ele? Aproveite antes e leia nossa faq que vc entenderá os pilares que divulgamos para conseguir saúde e então vc saberá que tem mt coisa que vc ainda não está fazendo e que está ao seu alcance: anamariasaad.com.br/faq

      E reflita tbm sobre a origem da sua doença, veja se vc a compreende dentro do seu histórico de vida. veja esse filme e me conte que fichas caíram: https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g

      E se ainda não tá inscrita no nosso blog, se inscreva aqui pra receber nossas dicas semanais: anamariasaad.com.br/inscreva

      E força, que tem jeito, vc só precisa conhecer esse mundo novo!! Bjoks =)

  21. Maria da Conceição Peralta da Silva Teves disse:

    Pensamentos geram sentimentos, certo? O meu problema são os sentimentos, aquilo que eu sinto. Não é raiva, medo. Acho que é uma sensação se insegurança, um ligeiro aperto no estômago que não me deixa viver em paz. O que fazer?

  22. Geana disse:

    Primeiramente PARABÉNS por essa iniciativa, uma luz para muita gente que não conseguiu a cura com a jornada psiquiatra-terapeuta. Foi por ler seus posts que iniciei há 4 meses yoga e consegui sair do circulo vicioso que minha mente fazia. MUITO OBRIGADA. Sei que o caminho só começou para mim, mas consigo ter esperança hoje e sei que vou vencer!!!

    • Geana, Fico muito feliz em saber que este conteúdo tem te ajudado. Yoga e meditação salva vidas, literalmente, então persista e vc verá cada vez mais libertação!
      E continue nos falando que fichas caíram ao ler nosso material e que dúvidas vocês gostariam de esclarecer, pois isso nos ajuda a criar conteúdos que atendam cada vez mais oq vcs precisam nesta jornada!
      Bjoks e força na peruca!

  23. Marta Gurgel disse:

    Oi, Ana! Muito bom esses post sobre o EU Observador, já li muito sobre isso! Não estou encontrando onde me inscrever no congresso, onde tá no site? E sobre o congresso anterior, vc não vende só uma determinada palestra? Gostei muito do vídeo da tia Mi, e queria assistir! Obrigada

  24. Janaina Catanho disse:

    Ótima Dica Ana! O meu grande problema é ter a DISCIPLINA. Mas vou tentar de verdade em observa o meu EU.

    • Isso mesmo Janaina! Essa é a grande chave da cura. Qnd vc começar a se perceber, 50% do caminho terá sido andado! E disciplina é treino, nosso club da cachola ajuda exatamente neste ponto. Vc conhece ele? Veja aqui: anamariasaad.com.br/clubdacachola
      Bjoks e qualquer coisa estamos por aqui. Tá inscrita no blog pra não perder as novidades semanais?
      Se ainda não, se inscreve aqui: anamariasaad.com.br/inscreva

      Bjoks, meu amor =)

      • Liuth disse:

        E quando você já tentou de tudo? Desde os 7 anos, isso mesmo, eu tomo remédios para ansiedade, hiperativismo e depressão. Já passei por vários psquiatra e pscologos. Já fiz costelaçao e o milagroso e caro tratamento da tip terapia.
        Tenho 28 anos. Nada deu certo.
        Claro que não quero morrer, mas é muito pesado.

Pegue esse ebook gratuito hoje:

Tablet e smartphone
7 Causas para você ter adoecido
  • A ciência que embesa sua cura
  • Como acabar com as racaidas
  • Remédio não é para a vida toda (ufa)!