Bos#@s acontecem na vida! Deixe a Super Di limpar a caca e seja feliz! Eu te mostro como, você só precisa querer!

  • Inscreva-se de graça para receber dicas de como se curar

Quer acabar com recaídas da depressão e ansiedade? Dá-lhe eu-observador! (parte 4)

Quer acabar com recaídas da depressão e ansiedade? Dá-lhe eu observador! (parte 4)

Se você perdeu o episódio passado é só ler: Quer acabar com recaídas da depressão e ansiedade? Dá-lhe eu-observador! (parte 3)

Nesta série de 5 posts te trago ensinamentos preciosos que são a chave mestra da cura da depressão e outros transtornos da cachola.

Lembrando que não basta apenas meditar pra se curar*.

Você tem outras portas pra abrir se quiser mesmo acabar com as recaídas da depressão e ansiedade (e outros transtornos da cachola).

Por isso criei o Método Super Di, pra facilitar sua vida rumo a sua cura*.

Porque, lindeza, se eu me curei e meu caso foi bem grave, qualquer um pode se curar, basta saber o rumo a tomar.

Meditação Ativa ou Dinâmica

Até agora te apresentei o mestre indiano OSHO, que eu carinhosamente chamo de biruta.

Sua técnica de meditação ativa aprendi com meus terapeutas.

Twittável: Quer acabar com as recaídas da depressão e ansiedade? 
Conheça isso! @anamariasaad 
http://bit.ly/29qnzwS

suicídio: um testeE foi crucial na minha cura, porque me causou catarses que libertaram traumas antigos… aqueles que abastecem a doença, sabe?

(Se você não sabe é porque você ainda nem tem consciência do que te mantem doente. Mas com esse conhecimento todo você vai sair dessa) 🙂

ATENÇÃO: sempre procure um bom terapeuta pra aplicar a técnica de Meditação Ativa, porque dependendo do seu estado você pode surtar ou desligar. Eu passei por isso, tá! Então sua segurança em primeiro lugar.

OSHO, Gurdjieff e Psiquiatras

Não entrei em detalhes sobre a pessoa por trás de OSHO, porque quero que você se concentre na mensagem que ele traz e não em sua figura.

O mesmo com o filósofo Gurdjieff e um psiquiatra “fora da caixa” adepto do princípio do eu-observador.

Esse médico, Maurice Nicoll, na década de 20 foi muito influenciado pelos ensinamentos do mestre Gurdjieff, onde o princípio do  eu-observador está presente.

Depressão e ansiedadeEsse conhecimento todo é velho, lindeza.

Mas médicos, psicólogos e terapeutas dentro da caixinha, sufocados pelo mainstream não sabem nada disso.

E isso é simplesmente algo que te tira dessa sofrência de vez.

Então bora focar na mensagem dos caras, porque essa é a chave mestra pra você nunca mais ter recaídas da depressão e ansiedade, ou seja lá qual transtorno da cachola te atormenta.

Eu-observador

“Tem um multidão morando dentro de mim”.

A gente muitas vezes se sente assim, né! Nesse filme curtinho SS de Beauté  eu falo dos sintomas que tive. Eram terríveis.

Acho que você vai se identificar com alguns deles.

Mas sabe que mesmo quem não tem um transtorno da cachola tem que lidar com essa multidão interna?

É que nosso estado atual é caracterizado por um bando de “eus temporários”. Tenha transtorno da cachola ou não. 🙂

O psiquiatra M. Nicoll, que você conheceu acima, já dizia:

“Nós temos que nos observar corretamente, de um ponto de partida definido, numa direção definida. Em primeiro lugar, não somos um, mas muitos.

Nós somos um homem pensante, um homem emocional, um homem motor e um homem instintivo que sente fome, frio ou calor, bem ou mal estar.”

Daí vem esses diálogos internos que nos atormentam. São nossos “eu temporários” ativos.

Sacos de Eus

O filósofo Gurdjieff dizia que somos formados por um “saco de eus”, que se conhecem pouco e estão sempre dispostos a assumir o controle.

É uma briga interna, né!

Pense no seu dia.

Quer acabar com recaídas da depressão e ansiedade? Dá-lhe eu-observador! Assim que você acorda o que acontece? Lá estão os seus “eus” brigando pra assumir o controle da sua mente, né!

A pesquisadora e escritora Brené Brown brinca que são os “Gremlins” que moram na nossa cabeça. 

Já a poderosa fundadora do The Huffington Post, Arianna Huffington, chama essas vozes internas de “obnoxious roommate” que seria tipo “o colega de quarto desagradável”.

Isso, lindeza, dentro de uma cabeça sem transtorno mental!

Em uma cachola transtornada tem é um “bairro desagradável” inteiro habitando a coitada (no filme acima SS de Beauté fica claro isso, né!).

Então, se a gente tem uma multidão morando dentro da nossa pessoa, com presença marcante de vizinhos desagradáveis, como botar ordem nesse caos interno?

Dá-lhe Eu-observador

E bora pro último post desta série pra você entender direitinho o eu-observador que vai te curar da depressão, ansiedade e outros transtornos da cachola!

Força nessa peruca, lindeza! 
Com amor,
Ana Maria Saad 
Fotos: Reprodução
Gifs: feitos por amigos

*AVISO MEGA IMPORTANTE: lindeza, não queremos insultar sua inteligência, mas somos obrigados a deixar claro que não prometemos que você vai se curar – os resultados variam de indivíduo pra indivíduo. A gente te mostra os caminhos, mas trilhar o caminho da sua cura dependerá só de você!

Veja o último post desta série pra aprender como não ter mais recaídas da depressão e ansiedade 

Compartilhe esta página

Inscreva-se e receba dicas grátis sobre Saúde da Mente e Disciplina!

Gostou?

3 respostas para “Quer acabar com recaídas da depressão e ansiedade? Dá-lhe eu-observador! (parte 4)”

  1. Ana Maria Albuquerque Valente disse:

    Maravilhoso!!!!

  2. Ana Maria Albuquerque Valente disse:

    Estou encantada e grata amei os seus comentarios e site.