feliz ano novo mesmo com depressão

Talvez com você aconteça isso…

Quando eu tava muito doente da depressão, ansiedade, pânico, fobia social, compulsão alimentar e outros transtornos da cachola que se apoderaram de mim quando eu ainda era criança, escutar o tal “Feliz Ano Novo!” me fazia querer vomitar.

Eu pensava: ‘FELIZ ANO NOVO!', que porr@ é essa??? Se você sofre de depressão não tem nada de feliz!!!”

Hoje, curada há seis anos, sei que podemos ter um Feliz Ano Novo mesmo com depressão.

Hein?

Não tô surtada lindeza, apenas consciente. Minha trajetória de cura me trouxe um aprendizado mega importante:

Ser feliz não é ter uma vida sem problemas, mas mudar o modo de encará-los.

Por isso te apresento a Postura M, que vai mudar o modo como você encara esse seu transtorno da cachola (seja depressão, ansiedade, pânico, fobia social, bipolaridade, etc) e te ajudar no seu caminho da cura.

feliz ano novo mesmo com depressão

Você com certeza já ouviu falar dessa postura M antes, mas não desse modo, então presta atenção:

Na vida podemos ter apenas uma das duas posturas M abaixo:

1-  Maria do Bairro (sim, a novela mexicana que passou no SBT)

2-  Martin Luther King (o cara que lutou pelos direitos dos negros nos EUA)

Se você tá com depressão, ansiedade, bipolaridade ou qualquer transtorno da cachola, você pode encarar sua situação pelo M de:

  • Maria do Bairro: “Oh, por que eu? Não aguento mais! Faço todos sofrerem, sou uma merda. Na verdade ninguem presta. O mundo é cruel…” E com isso desencadear um DRAMA atrás do outro e se ver em meio a tramas dramalhonas, cheias de conflitos dignos de fazer o elenco de Maria do Bairro morrer de inveja…

Ou

  • Martin Luther King: “A coisa tá péssima! Quase mataram minha mulher e meu filho com aquela bomba que jogaram na minha casa. Mas com paciência e amor vamos transformar isso tudo. A coisa tá mal, mas tá tudo bem. E com isso ver que o que você chama de problemas são apenas os desafios naturais que a vida te traz pra que você alcance seu único propósito real nessa bolota terrestre: CRESCER!!!

Tudo na vida é apenas aprendizado, lindeza. Essa doença, esse mal estar que você sente, tá apenas cumprindo a função de te trazer uma oportunidade de crescimento.

Feliz Ano Novo mesmo com Depressão!

Desejo que este seja o ano que você vai DESAPEGAR da:

  • sofrência
  • auto vitimização
  • reclamação

Que você deixe todo o drama para as novelinhas mexicanas (e pro Netflix) porque na vida real o mais sábio é optar pela leveza.

Mesmo se sentindo mal você pode tá bem! Então diante do seu problema (seja depressão, ansiedade, etc), qual Postura M você vai escolher?

1) Maria do Bairro ou 2) Martin Luther King?

Que a frase: “tô mal, mas tô bem” seja seu novo mantra!!! (até que ela se transforme em: “conquistei a cura! GRATIDÃO!”)

#juntos somos mais fortes
Força na peruca lindeza!
Bjoka com Amor
Ana Maria Saad
Foto: arquivo pessoal

 

Categorias: Super Di Lifestyle

Ana Maria Saad

ET em missão na Terra: te empoderar com o Super Di Lifestyle - Você emotionally fit

23 comentários

Letícia Mendes · 16 de março de 2016 às 11:12

Ana, bom dia. Estou passando por esse momento dificil. O pior pra mim são os sintomas porque eu sempre acho que morrer a qualquer hora, pois sempre achei que morríamos de depressão. Já fiz todos os exames de sangue, do coração e está tudo bem. A minha psicologa me diagnosticou com depressão moderada, nossa, quando soube disso parecia que ela tinha me falado que eu estava com uma doença grave e sem cura. Ela informou que com remédios associados a terapia eu iria melhorar. Só que eu não concordo muito com anti-depressivos, pois causam muitos efeitos colaterais. Meu marido toma anti-depressivo, pois ele tem transtorno do pânico. Acredito que com terapia, exercícios, consigo resolver esse problema. Só que os sintomas são muito ruins. É um aperto no peito que eu sinto que me deixa muito pra baixo. As vezes sinto que melhoro, mas depois vem os sintomas e penso que estou piorando. Assisti alguns vídeos seus e vi que a cura realmente depende de nós mesmos. Quero ter força pra vencer isso. Estou tomando remédio para controlar a ansiedade. E quero sair dessa. Quero mudar meus pensamentos, pensar em coisas boas. Tenho consciência de que a vida tem que ser vivida da melhor maneira e feliz. Não quero morrer de depressão ou de qualquer coisa relacionada a isso. Quero viver, ter filhos, netos, e tenho apenas 27 anos. Ah e tenho dificuldade a lidar com meus erros.

    Ana Maria Saad · 21 de março de 2016 às 17:46

    Letícia, meu amor, você é uma pessoa muito consciente. Parabéns e seja grata por isso, pois jáé um grande avanço no seu processo. Oq te falta é apenas conhecimento sobre as causas e ferramentas que existem para superar e autoconhecimento. Vamos lá, você já assistiu ao documentário “dentro de nós – as respostas sobre a depressão”? Se ainda não, peço que vc veja pra entender pq os medicamento realmente não resolvem o problema e pra entender qual a mensagem da doença pra vc: https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g
    Aqui na ONG nós trabalhamos com a proposta da Medicina Integrativa e do EMMYR, que são a base para a cura. Pra entender esta nossa proposta veja esse link aqui: http://www.anamariasaad.com.br/faq/
    Se vc se identificar com a gente, volte a nos escrever pra podermos de orientar por onde começar e oq buscar além da terapia convencional que vc está fazendo, ok?
    Existe muita ferramenta meu amor, vc só precisa buscar. A cura é super possível, acredite, mas ela depende da sua disposição em mudar o estilo de vida e aprofundar dentro de vc mesmo. isso tbm vale para o seu marido, veja o filme que te indiquei junto com ele, pois pânico,, depressão ou qualquer outra doença da mente são explicados por este mesmo mecanismo que vc verá.
    Um grande beijo e conte com a gente, vc não está só!

Rudy · 15 de fevereiro de 2016 às 10:20

teste 3

Marta Gurgel · 12 de fevereiro de 2016 às 17:25

Oi, Ana! Venho acompanhando seus vídeos e confesso que estou viciada neles, como estão me fazendo bem! Tenho interesse em tentar esses métodos alternativos mas não sei nem por onde começar, quanto mais procuro mais informação acho e fica difícil definir qual seguir. Tem algum vídeo, que ainda não vi, que vc fala extamente o que fez, tipo de terapia, meditação? Tem alguma linha ou pratica especifica que vc indica? Desde já obrigada pela atenção! Abraços

Mr X · 7 de fevereiro de 2016 às 18:07

Muito bom gata… pena que os meios que vc nos dá pra melhorar minha vida me tiram do meu anonimado que é o whatsapp e o facebook

Rudy · 26 de janeiro de 2016 às 11:17

Show de bola!

Sandra · 25 de janeiro de 2016 às 11:18

Como pode uma simples postura de vida nos ajudar rumo à cura. Nunca tinha pensado por este lado, mas faz todo sentido! é difícil, mas vou tentar ficar atenta se estou Maria do Bairro ou Martin Luther King kkkk! Obrigada!

    Ana Maria Saad · 25 de janeiro de 2016 às 11:19

    Olá Sandra, pois é! Isso os médicos não receitam, mas faz total diferença! parabéns, o ficar atenta é o principal passo p cura! bjoks

Mariagerakdarocha · 12 de janeiro de 2016 às 12:01

Ana vc não imagina como ajuda tantas pessoas. Me senti acompanhada desde q comecei a fakar com vc. Obrigada querida. Sou a Daia (mmgeralda) mãe de bipolar. Bjoka.

    Ana Maria Saad · 29 de janeiro de 2016 às 15:30

    Ooo lindeza, obrigada pelo carinho. Fico feliz em saber que estou ajudando. me conta, tem acompanhado nossos emails? oq vc aprendeu aqui que tem feito diferença na sua vida? um beijo!

Alberto · 11 de janeiro de 2016 às 14:02

Olá Ana. Muito obrigado pelo seu trabalho.

Encontrei seu site em um período de crise terrível, onde depois de pouco mais de 20 anos entre idas e vindas com a depressão (tenho 34) resolvi começar a tomar remédio (com orientação médica) e estou tendo TODOS OS EFEITOS COLATERAIS POSSÍVEIS. Brinco com meus amigos que a única coisa que não tive foi problema de gestação.

Claro que eu cheguei aqui pelo texto do suicídio, e com ele consegui rever o que deve ser “suicidado”. Talvez você não tenha noção de como seus vídeos tem me ajudado, e é por isso que escrevo. Estou conseguindo mapear coisas que eu me recusei a tratar 11 anos atras com uma terapeuta holística (numa outra grave crise depressiva), mas a dor de manter essas coisas fermentando dentro de mim é maior que a de resolve-las. Estou procurando também ferramentas de suporte para que o processo seja multidisciplinar e mais eficiente, como você mesma diz em outro termo que não lembro o nome agora (sim, a memória também se foi, mas esta antes dos remédios).

Seus vídeos são maravilhosos. Objetivos, simples, curtos, não são messiânicos, religiosos, comerciais nem difusos. É muito nítido que você atravessou sim o vale da morte interior e se encontrou com a beleza da sua energia vital. Agradeço de coração sua dedicação pois seu material está ajudando muito, e espero em breve poder de alguma maneira estar bem e poder contribuir para este trabalho de amor.

Um grande abraço, de coração.

    Ana Maria Saad · 29 de janeiro de 2016 às 15:09

    Alberto, muita gratidão pelo comentário! Respondo muitos comentários e meu trabalho é mostrar conhecimento para as pessoas para que elas entendam que existe saída pro sofrimento, e que esta saída não está na morte. Mas mt gente vem aqui e não quer saber de tomar atitude, só quer se lamuriar. Então não posso descrever a minha felicidade também quando recebo comentários como o seu, pois vc faz parte daquele grupo de pessoas que realmente cansou do quentinho da bosta e entende que é preciso AGIR para ver a mudança.
    Então hoje só SEJA GRATO por tamanho avanço no seu processo, pois posso te garantir que milhares de pessoas passam anos da vida, ou uma vida inteira, sem atingir esse grau de abertura e entrega que vc descreveu em seu comentário. Valorize cada “pequeno”progresso que vc tiver, pois é assim que chegamos à cura. E tenho certeza que por vc ter acordado para oq realmente precisa ser feito, nosso club será de grande valia pra te ajudar a mudar seus hábitos diários, aprofundar nesse processo todo e encontrar boas terapias pra te auxiliar! Então se ainda não se inscreveu no nosso blog e no nosso guia, se inscreve aqui que vc receberá mt dica gratuita pra te auxiliar: anamariasaad.com.br/inscreva

    Saiba sobre nosso club aqui, pois esta tbm é uma maneira de contribuir com nosso trabalho: anamariasaad.com.br/cubdacachola

    A diferença que separa as pessoas que querem se curar daquelas que passarão a vida inteira patinando é uma só: a AÇÃO!
    Beijos e conte com a gente!

Danielle · 11 de janeiro de 2016 às 12:40

Boa tarde Ana,

Tentei me inscrever no seu site mas não recebi o e-mail de confirmação. Estou tentando desde ontem.

Obrigada!

    Ana Maria Saad · 29 de janeiro de 2016 às 14:39

    Oii Dani, realmente parece que nosso formulário está com problemas, estamos resolvendo.
    Mas vc pode se inscrever no link abaixo para baixar nosso guia para a cura, pq assim automaticamente vc estará inscrita em nossa lista e receberá nossos emails semanais, ok?

    inscreva-se em: anamariasaad.com.br/inscreva

Denise Prima · 6 de janeiro de 2016 às 22:58

Moderação em que? Em RI apareceu de repente um assunto que achei muito engraçado em meu i_mail e RI muito muito muito Maria do bairro e esse outro aí foi motivo para eu RI. Não gosto desse chingamento q a Ana faz mas tava nem aí…. Mas como pediu !pderacao não quero mais q envie mais nada para mim…..moderação porque chamei de louca ….qual é o problema eu também sou se não nem estaria reescrevendo. Foi bom enquanto durou…com respeito abraço tchau

    Ana Maria Saad · 7 de janeiro de 2016 às 19:42

    Denise amada, nao entendi lhufas do que aconteceu.

    vc pode explicar?

    quem pediu moderação?

    sera que foi qdo vc comentou aqui no blog? é o sistema amada, os comentarios todos sao aprovados após moderação, é isso?

    e nao tem nada demais chamar de louca, o sistema nao te deixou escrever a palavra louca? nao entendi, to boiando!

    se quiser me diga o que rolou

    bjoka

Denise Prima · 6 de janeiro de 2016 às 22:45

Kkkkkkkkkkkkkkkkk você é muito louca!!!!!!!!

    Ana Maria Saad · 7 de janeiro de 2016 às 19:43

    Ah agora to entendendo!

    amada, nao tem nada demais seu comentario, ele esta sendo aprovado.

    todos os comentarios so sao postados depois de aprovados pq senao recebemos muitos spams nos comentarios,entende?

    espero que sim!

    bjoka

Samantha · 6 de janeiro de 2016 às 21:58

Ana, sua linda!
Nunca escrevi nada até hoje não sei porquê mas agora deu uma vontade louca de dizer obrigada! Mil vezes gratidão! Que você nunca perca essa força na peruca e continue iluminando a sua e as nossas vidas. Beijoka!

    Ana Maria Saad · 7 de janeiro de 2016 às 19:44

    Eeeeeeeeeee!!!

    obrigada Samantha por escrever. vc nao tem ideia de como seu comentario me encheu de energia boa aqui! foi como cafune!!!

    gratidao

    bjokaaaaaaaaaa

Marcelo · 6 de janeiro de 2016 às 20:16

obrigado amiga, e um feliz ano novo!!! A informação é tudo…

    Ana Maria Saad · 7 de janeiro de 2016 às 19:45

    Feliz Ano Novo!!!

    de nada e obrigada por escrever, adorei! 🙂

Os comentários estão fechados.

Passo a passo pra você tirar o melhor proveito das suas consultas - baixe de graça o Checklist do (Im)PacienteEu quero!
+