fbpx

sindrome do panico

Esses 18 sintomas da Síndrome do Pânico ou Transtorno do Pânico são parecidos com outros tipos de transtornos de ansiedade, mas esse distúrbio é bem peculiar, meu caro.

As crises são súbitas e os sintomas físicos aparecem “do nada”, nos levando a ataques de pânico muitas vezes recorrentes.

É “uó”, né minha gente! Parece um ataque cardíaco, #sóquenão!

O que acontece, segundo os médicos, é que o corpinho aciona os mecanismos de fuga, liberando adrenalina frente a um estímulo considerado perigoso.

A adrenalina provoca alterações fisiológicas que nos preparam para enfrentar esse perigo: aumento da frequência cardíaca e respiratória, pra melhor oxigenação muscular.

E o aumento dessa frequência respiratória, que causa hiperventilação, é o principal motivo do surgimento dos sintomas físicos.

Mas aí vem uma verdade libertadora: nem todo mundo que tem um ataque de pânico sofre de síndrome de pânico.

gato guerreiro panico

Eu mesma tenho dois amigos que já tiveram uma crise intensa durante uma viagem de avião.

Porém, todavia, contudo, esse ataque isolado não constituiu nenhum tipo de doença, mesmo porque eles não desenvolveram medos irracionais de andar de avião, o que geralmente acontece com quem sofre da síndrome do pânico: medos das situações onde a crise aconteceu.

Lembrando também que os ataques de pânico podem ser comorbidades, ou seja, doenças que “vem junto” com outros transtornos mentais.

Por exemplo: quem sofre de depressão, bipolaridade, borderline, etc, pode desenvolver crises de pânicos.

"Quem olha para fora sonha, quem olha para dentro desperta" Jung

gato nervoso

18 Sintomas da Síndrome do Pânico:

  1. Sensação de perigo iminente
  2. Medo de perder o controle
  3. Medo da morte ou de uma tragédia iminente
  4. Sensação de estar fora da realidade
  5. Dormência e formigamento nas mãos, nos pés ou no rosto
  6. Palpitações, ritmo cardíaco acelerado e taquicardia
  7. Sudorese
  8. Tremores
  9. Dificuldade pra respirar, falta de ar e sufocamento 
  10. Hiperventilação
  11. Calafrios
  12. Ondas de calor
  13. Náusea
  14. Dores abdominais
  15. Dores no peito e desconforto
  16. Dor de cabeça
  17. Tontura
  18. Sensação de estar com a garganta fechando

cahorro cupcakes panico

Mas, o que faz com que nosso corpo dispare mecanismos de fuga sem haver um perigo real?

Aí é que tá a pergunta de quem quer melhorar!

E lembre que bost#@s acontecem na vida, faz parte e você não tem controle sobre isso. Mas você pode controlar o modo de encarar essa merd#@ toda. Eu te convido a usá-la como adubo para seu crescimento interno, topa o desafio?

Fonte: conteúdo baseado no DSM (Manual Diagnostico e Estatístico dos Transtornos Mentais)
Foto: Síndrome do Pânico - domínio público
Gifs: Feitos por amigos
Gif: Cachorro com cupcakes - 4 gifs

Bjoka e Força na Peruca!
Com  Amor,
Ana Maria Saad 🙂
Categorias: Sintomas

Ana Maria Saad

ET em missão na Terra: te empoderar com o Super Di Lifestyle - Você emotionally fit

130 comentários

Bárbara · 16 de julho de 2016 às 08:47

Olá, doutora. Sou a Bárbara e preciso muito de ajuda. Bom, têm uns meses que tudo começou e coincidiu com o início da faculdade. Faço Direito na UFF e é muito estressante. Contudo, estava conseguindo ter uma vida normal, até que eu tive uma gastroenterite. Desde então, eu fico desesperada com o fato de passar mal. Começo a tremer, a ter refluxo, calafrios e chorar desesperadamente. O problema é que o meu medo me faz passar mal. Eu percebi que quando estou com muito medo ou ansiosa, é quando eu passo mal. Tenho diarreia ou constipação, além de sofrer com dores de gases. Duas médicas já me falaram que podia ser Síndrome do Intestino Irritável. Sei que essa doença tem a ver com o psicológico. Já fui em 2 gastros: um me passou uma endoscopia, que só deu gastrite leve e uma ultra, que só deu gases; o outro me passou exame de fezes e urina, mas ao perceber que eu sou muito ansiosa, me passou Olcadil, um ansiolítico tarja preta. Tomei um dia e o dia seguinte, inicialmente, fiquei tonta, aí depois eu fiquei meio fora de mim. Quando o efeito do remédio estava passando e faltavam poucas horas para tomar o próximo, comecei a ter muita dor de cabeça e tontura. O que me deixou mais nervosa e desesperada. Não quero mais tomar esse remédio. Gostaria de saber se acha que eu posso ter Síndrome do Pânico, já que tudo começou com um trauma e se eu posso tomar calmante natural?

    Mariana Bottan · 21 de julho de 2016 às 15:11

    Bá, meu anjo, aqui não somos profissionais de saúde, mas entendemos muito de pessoas, e Não doenças! Os seus sintomas, vc mesmo sabe pois citou um trauma, são emocionais. A raíz de tudo é a nossa história de vida, por isso mergulhe no autoconhecimento. procure um bom terapeuta que te trate por inteiro pra te ajudar com a questões que desencadearam o pânico e outros sintomas.
    Leia pra se empoderar e saber onde encontrar bons profisisonais.
    Os itens 2, 3 e 8 te ajudarão muito!

    Leia: http://www.anamariasaad.com.br/guia-vencer-a-depressao-e-ansiedade-panico/

    Bjoks e força, e principalmente: tem jeito! Acredite, a doença é só um chamado pra olhar e cuidar de si!
    ps: e escute sua intuição, se esse remédio te fez mal, não tome. Existem muitas alternativas naturais, yoga é o principal remédio que receitamos pra quem tá com pânico. Procure na sua cidade vai te ajudar muito!

Thaynara · 7 de julho de 2016 às 13:19

Eu sofro de ansiedade e tenho síndrome do panico. Penso que vou morrer e eu já fiz exames de tudo e não deu nada, to com saúde. Mas eu penso que vou morrer e isso mim apavora muito. Penso em tirar minha vida pq é muito chato acordar nervosa e tremula, todos os dias . Estou sem chão, só queria minha vida de volta, feliz, sorridente, alegre e sem esses pensamentos que mim aprisiona e não tenho felicidade, carrego uma triste . Socorroooooooo! :'(

    Mariana Bottan · 15 de julho de 2016 às 10:44

    Thaynara, os pensamentos e os sintomas do pânico são um sinal de que algo em vc não vai bem.

    Leia este guia e vc entenderá oq fazer pra sair dessa: http://www.anamariasaad.com.br/guia-vencer-a-depressao-e-ansiedade-panico/

    Força!

    Nathy Cordeiro · 2 de setembro de 2016 às 15:05

    Olá amada! O correto como citou nossa amiga acima Mariana, é você se auto conhecer através de uma terapia. Se me permiti lhe indico uma profissional de muita idônea e credibilidade que atua na área da hipnoterapia, farei minha consulta mês quem vem com ela ” Cassyah Faria” porque tenho +ou- esses problemas e pesquisei muito, tirei muitas dúvidas a respeito e o trabalho da mesma é maravilhoso e melhor ela faz atendimento via skyp. Dá uma pesquisada não custa nada tentar, e eu posso te dizer com toda certeza você não irá se arrepender. Hipnoterapia com Cassyah Faria entra lá no site dela por favor. Bjos de amor amada fica na paz que eu estou na paz!

Tatiane · 3 de julho de 2016 às 11:51

Oi meu nome e Tatiane…tenho passado por crises de ansiedade também….sao crises q não quero ter mais…sinto sintomas horríveis…falta de ar…sensacao q não vou conseguir engolir….tremores nas mãos e pernas…suor frio…fico as vezes como se estivesse boiando…tenho muito medo….fico achando q estou com alguma doença…passei no medico e doutor deu pra mim tomar frontal…e reconder…ai tomei e fiquei pior ainda…nao quero depender de remédios tenho dois filhos pequenos e sou casada…quero tentar levar uma vida normal sem remédios…estou tomando floral pra ansiedade…nao senti efeito ainda…sei q demora um pouco…entao não sei o q fazer….gente me da uma luz…e durante o dia ate q fico bem tento destrair o problema e a noite q começa td…acho q vou morrer engasgada sinto suir nas mãos e pes…entao gente me da uma luz…e q Deus abençoe vcs…

    Kelly Vieira - Time A · 5 de julho de 2016 às 16:20

    Tatiane, lindeza, o que acha de dar uma olhadinha nos itens 4 e 7 do nosso “Guia de como vencer a depressão, ansiedade, pânico, etc…”, existem vários outros tratamentos além do medicamentoso que podem te ajudar com as crises de ansiedade.
    http://www.anamariasaad.com.br/guia-vencer-a-depressao-e-ansiedade-panico/
    Qualquer dúvida estamos aqui, ok?

Wesley · 25 de junho de 2016 às 01:07

Olá, em primeiro lugar, parabéns pela página, eu adorei.
Tenho 26 anos e de uns dois anos para cá tenho tido umas coisas estranhas, tenho acordado as vezes de madrugada ou assim quando eu estou quase dormindo, paralisado, sufocado, não consigo respirar e é como se eu estivesse morrendo, sendo levado e eu fico em pânico e começo a gritar pela minha mãe porque é como se eu não conseguisse tornar, mas como se eu tivesse subconsciente, me ouço, sinto tudo isso, vejo o escuro do quarto ouço a voz da mãe perguntando o que está acontecendo fora do quarto, mas ao mesmo é como se eu tivesse não muito acordado.

Isso acontece quando me sinto muito ansioso, ou tenho um grau de estress muito grande ou tristeza ou quando penso muito em morte ( tenho muito medo de morrer). Andei pesquisando e falaram sobre “Paralisia do Sono”, mas alguns sintomas de “Síndrome do Pânico” bateram, mas´Sídnrome do pânico não acontece quando está dormindo e isso spó acontece comigo na hora do sono.

Ano passo fui no Psiquiatra porque achei que estava com uma leve depressão, falei algumas coisas, que eu me iro, as vezes a raiva é tanta que já cheguei a quebrar minhas coisas, e me sinto muito triste, não dá vontade de viver, dá vontade de sumir e sem ao menos ela fazer exames já me diagnosticou com Transtorno bipolar e já queria me internar em uma clínica, não queria nem me liberar de lá sem acompanhamento, porque tinha medo de eu sair de lá e me matar ou dá uma crise, e eu não fui, né? Bemm louca haha.

E hoje, eu estou tendo agora essas coisas, as vezes tenho 3 em uma noite só… a sensação é como se eu estivesse morrendo, sem ar, sem conseguir falar, paralisado.

Não sei mais o que eu tenho, me dá uma orientação querida, pelo amor de Deus!

    Kelly Vieira - Time A · 27 de junho de 2016 às 16:12

    Wesley, lindeza, obrigada pelo apoio ao nosso trabalho. É importante você saber que existem mais de 300 doenças da mente catalogadas pela medicina convencional atualmente e é por isso nós acreditamos que os rótulos caíram em descrédito, como a Ana sempre diz o importante é focar na saúde e aplicar técnicas que melhorem o nosso bem estar. Mas saiba que é essencial você buscar tratamento profissional, precisa apenas tomar cuidado com onde buscar.
    Leia o nosso “Guia de como vencer a depressão”, principalmente os itens 4 e 8. Você encontrará várias dicas de como encontrar tratamento de qualidade e porque a medicina convencional é tão ineficaz no tratamento dos transtornos da mente.
    http://www.anamariasaad.com.br/guia-vencer-a-depressao-e-ansiedade-panico/
    Qualquer dúvida estamos aqui, ok?

Aline · 18 de junho de 2016 às 13:49

Olá Boa tarde,perdi um bebê em 2014,eu estava com cinco meses de gravidez,com 15 dias fui para um velório do irmão de um amigo,nisso quando cheguei em casa sente algo subindo pelas Costa e ficando no meio da cabeça, daí fiquei com muito medo tremi muito quando fechava os olhos parecia que está em um filme de terror,não conseguia ficar parada porque sentia vontade de correr vista embaçada,coração acelerado, etc.. daí fui para uma psicóloga ela passou um antidepressivo chamado cymbi tomei esse medicamento durante um ano e parei, daí já faz 4 meses que parei e os sintomas voltaram,não como antes mais estou sentindo calafrios, tontura parece que vou desmaiar,tipo uma fraqueza nas pernas dor no peito, penso que não vou ficar Boa.etc…

    Kelly Vieira - Time A · 23 de junho de 2016 às 16:10

    Aline, amada, um aborto é sempre um trauma para a mulher e exige sim muito cuidado. No nosso “Guia de como vencer a depressão, ansiedade, etc…” você encontrará no item 8 várias opções de tratamento que vão muito além do remédio. Espero que você fique bem!
    http://www.anamariasaad.com.br/guia-vencer-a-depressao-e-ansiedade-panico/
    Força nessa peruka.
    Juntos somos mais fortes.

Iracilvo Estrela · 23 de maio de 2016 às 07:25

Venho enfrentando uma crise de ansiedade muito cruel,sentindo calafrios,Mal estar,dores nas costas ,vista turvada e cises de produção de bílis que chega ate a boca deixado tudo que como não palatável. Lembrando que exames de sangue,urina,cardilogicos,ultra-som etc ,sugerem uma pessoa muito saudável.
Obrigado

    Mariana Bottan · 9 de junho de 2016 às 13:45

    Iracilvo, a ansiedade e qlquer outra doença ou sintoma trazem uma mensagem. Vc só precisa conhecer o que provavelmente seus médicos nunca te mostraram até hoje.
    Dê uma olhada com atenção nesta página, ela tem tudo oq vc precisa saber e tbm como podemos te ajudar!
    http://www.anamariasaad.com.br/guia-vencer-a-depressao-e-ansiedade-panico/
    Dê especial atenção ao item 3 e depois veja o restante!
    Bjs e força!

larissa · 21 de maio de 2016 às 10:38

Oii!! Estou sofrendo muito com a síndrome do pânico, tenho medo da morte, medo de dormir e sinto a maioria dos sintomas a cima. Já fui varar até no hospital pois meus batimentos cardíacos estavam muito acelerados. Já não sei mais o que fazer.

    Mariana Bottan · 9 de junho de 2016 às 18:06

    Larissa, vc precisa entender que o pânico não vem do nada! Ele é apenas um sintoma. E isso entendemos através do autoconhecimento. Esta pag vai te ajudar a entender os caminhos a buscar: http://www.anamariasaad.com.br/guia-vencer-a-depressao-e-ansiedade-panico/

    Dê especial atenção aos itens 3 , 6 e 8.

    Força que tem jeito, vc só tá precisando ganhar este conhecimento pra entender oq se passa contigo e quais os caminhos que existem!

Fabio Pires de oliveira · 20 de maio de 2016 às 15:59

Ana…..sinto praticamente todos os 18 sintomas de panico….tomo remedios tem 10 anos …mais pouco adianta…esses remedios estao me matando …fazendo perder memoria dores constantes de estomago etc….tive minha primeira crise com 6 anos….hoje intendi do que se tratava……bom preciso muito de ajuda ,quero viver minha vida…obdo….hoje tenho 29 anos ,praticamente minha vida toda de desconforto,sufocamento que nunca acaba enfim uma bosta mesmo…..

    Mariana Bottan · 9 de junho de 2016 às 17:51

    Fabio, vc só está mal assim até hj pq ainda não encontrou profissionais certos pra te ajudarem. Esta pag vai te esclarecer quais são os caminhos que vc deve buscar. Remédio pra pânico, assim como qlquer outra doença mental, é AUTOCONHECIMENTO. O yoga e a meditação serão excelentes aliados pra vc tbm. Então veja este material e vc entenderá bastante coisa. Leia especialmente os itens 2, 3, 6 e 8!
    http://www.anamariasaad.com.br/guia-vencer-a-depressao-e-ansiedade-panico/

    Beijos e força que te jeito, vc nao tá mais só!

glaicyelly · 16 de maio de 2016 às 13:21

ola boa tarde
estou com vários destes sintomas falta de ar pressão altíssima sensação de morte o tempo tdo e dor no peito já não sei mais o que fazer

debora · 2 de maio de 2016 às 19:05

venho enfrentando depressão ha muito tempo desde de criança sentia muito medo e aos dezoito anos tive um surto só ai começei á fazer tratamento mas me sinto triste as vezes com pensamento acelerado preocupada com o amanhã não consigo domir e também me isolo das pessoas parece que dou uma melhorada, mudo fico uma pessoa mais corajosa, consigo falar em publico ,mas logo tudo passa e volto a ser a mesmo pessoa medrosa e sempre preocupada com que os outros vão pensar de mim por favor me ajudem..

    Ana Maria Saad · 6 de maio de 2016 às 13:35

    Debora, meu amor, vc precisa entender quais as causas raíz deste seu medo que vem desde criança. Então veja este filme pra entender qua a mensagem por trás destas doenças e que caminhos vc pode buscar:https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g

    Nesta série de posts explicamos as maiores causas de transtornos, que estão ligadas à infância, tá? Então leia tudo e reflita se é seu caso.
    Leia: http://www.anamariasaad.com.br/como-se-matar-de-modo-rapido-o-suicidio-perfeito/

    A partir disso, de posse da sua história de vida, poderemos buscar as ajudas certas pra vc, com auxilio de bons terapeutas

    Vc faz terapia? Beijoks, veja td e se se identificar volte a escrever e te orientaremos tá? Tem jeito!

Lidiane Soares · 28 de abril de 2016 às 16:40

olá, tenho pânico desde a minha adolecência ,hoje está mais controlada ,consigo fazer bastante coisas que não fazia antes,estou pensando em fazer uma rinoplastia mas nesse caso ainda tenho medo ,gostaria de saber se posso dar continuidade á esse meu grande sonho? obrigada!!!

Regiane · 24 de abril de 2016 às 00:51

Ola, sofro com esse monstro desde criança. Depois de adulta com os problemas e o stress tenho piorado muito. Várias vezes corri pro pronto socorro e ser atendida e nao ser nada fiz tantos exames e nada e eu sempre tendo esses ataque horrível parecendo que ia morrer. Tomo citalopram ha 4 meses e continuo tendo crises. Ninguém merece esse sofrimento. Que doença desesperadora. Me ajude.

    Ana Maria Saad · 25 de abril de 2016 às 11:00

    Regiane, vc chama o pânico de monstro. Pois justamente oq te digo é que só podemos nos curar destas doenças quando colocamos luz sobre estes monstros internos. pq só temos medo daquilo que desconhecemos. Qnd vc jogar luz neles vc verá que estes monstros nem são tão feios e grandes como vc imaginava. Autoconhecimento, este é o único remédio que cura estes transtornos todos. Veja este documentário pra vc entender oq digo: https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g
    Beijos e se se identificar com a proposta, volte a nos escrever! Força, que tem jeito!

Leanderson · 23 de abril de 2016 às 08:45

Me chamo Leanderson tenho 19 anos. BOm quando eu tinha 17 anos eu tive o primeiro ataque do pânico, do nada eu acordei tremendo muito e o coração acelerado, eu não sabiaa oq tinha sido, aí blz o tempo passou, agora com os meus 19 anos eu tive novamente outro ataque do pânico, só q dessa vez mais forte e com mais sintomas, O corpo todo formigava, o coração acelerado, falta de ar, sensação de morte e muito medo, no dia seguinte minhas pernas estavam bambas tava com o corpo mole, minhas mãos tipo q faziam movimento sozinha; quando a noite eu sentia medo e tipo um peso no estômago e agora to com dificuldade de lembrar das coisas, quero saber oq fazer.

    Ana Maria Saad · 25 de abril de 2016 às 11:28

    Leanderson, meu amor, peço que vc veja este vídeo aqui pois, apesar de falar de depressão, ele serve para todos estes transtornos. A mensagem que ele traz é mega importante, então veja! Pois estes transtornos nada mais são do que sinais que seu corpo manda pra vc olhar pra algo que até hj não olhou. eles não surgem do nada, todo sintoma tem uma razão de ser: https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g

    Depois disso, se vc se identificar com nosso trabalho, volte a nos escrever pois temos mt conteúdo pra te ajudar. Mas o ponto de partida é ter este entendimento! Força que tem jeito!

Ana · 9 de abril de 2016 às 21:24

Só de ler aqui, ja estou com palpitações…. gente tem 4 anos que começou isso, nesse periodo vieram minhas maiores riquezas, 2 filhas e mesmo assim não consigo viver feliz sem ter medo das coisas e sentir que estou doente, qualquer dor de barriga penso o pior…

    Ana Maria Saad · 22 de abril de 2016 às 10:51

    Ana, querida, sei que é difícil mas a doença sempre traz uma mensagem. Pq vc ficou assim? Ela não vem do nada!
    Veja este filme pra entender pois ele resume a mensagem de todas estas doenças, independente do rótulo: https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g

    Se se identificar, volte a escrever pra te orientarmos onde buscar as ajudas! Beijos!

Renata · 5 de abril de 2016 às 08:45

fazem uns 2 meses que venho tendo, sufocamentos, palpitações, angústia, sensação de morte, o corpo tremendo, aconteceu em uma certa madrugada, me acordei achando que tinha algo me sufocando, agora são quase todas as noites, não tenho mais paz, como se estivesse vivendo um pesadelo, estou fazendo terapia estou na terceira sessão com um psicólogo, alguns amigos me aconselharam por enquanto, um medicamento natural o CALMAN onde tomei e senti um desconforto enorme com dificuldade de respirar, também estou fazendo respiração, mas sinto que meu caso está se agravando.

    Ana Maria Saad · 5 de abril de 2016 às 16:15

    Renata, meu amor, o pânico, a depressão e qualquer outro transtorno vem para nos mostrar algo sobre nós mesmos que estamos evitando olhar. Portanto o caminho é autoconhecimento mesmo. Veja este vídeo, onde falo sobre depressão, mas que se vc entender a mensagem servem para todas as doenças pois a resposta é uma só. Existem muitos caminhos, como a meditação e o yoga que são remédios naturais para o pânico. Se vc se identificar com nossa proposta, volte a escrever que te orientaremos.
    Um beijo! Veja : https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g

angela · 31 de março de 2016 às 14:30

tenho sindrome do panico , mais quando procuro na internet sobre isso , fico mais preocupada ainda porque, as pessoas dizem que os sintomas levam de 10 a 30 minutos para passar , mais no meu caso depois de ter uma crise ainda fico de 3 a 4 dias com palpitação , falta de ar e com fadiga , e não tenho dores abnominais e minha presão que e baixa sempre sob quando esto passando mal.

    Ana Maria Saad · 4 de abril de 2016 às 17:47

    Angela. o pânico, a depressão assim como tds estes transtornos da mente eles são um chamado do corpo de que é preciso olhar para si e entender pq estes sintomas apareceram. Veja este vídeo para entender e se vc se identificar, volte a me escrever que te orientaremos onde buscar as ajudas certas ok? Existe saída meu amor e está no autoconhecimento. Força que tem jeito! Beijos

    Veja este vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g

Olga Avelar · 26 de março de 2016 às 20:37

Ana Parabéns pelo trabalho! Assisti 39 vídeos seus no YouTube e os curtas também. Muitas vezes me emocionei. Agora em Abril faz 4 anos que convivo com transtorno de ansiedade generalizada, depressão e crises de pânico (esse é o meu rótulo). Depois de passar por vários médicos e 8 psiquiatras, consegui um medicamento que aliado a atividades físicas regulares obtive 9 meses de vida “saudável”. Nesse período o banco que eu trabalhava me dispensou, mas não me apovorei pois já trabalhava lá há 5 anos em uma função que eu detestava, tentei de tudo pra ir pra área comercial, quase fui, mas depois que uma pessoa do RH disse para o gerente que ia me contratar que eu tinha ficado no ano anterior 4 dias de licença por problemas psiquiátricos, minha promoção foi para o espaço… fiquei muito desanimada e disse para a minha coordenadora que se fosse pra continuar no cadastro e análise de contratos, poderia me dispensar e foi o que aconteceu. Fiquei desempregada em Abril do ano passado, nessa época o meu marido disse pra eu não me preocupar e focar no meu tratamento e em cuidar do nosso filho de 4 anos. Me disse que era pra eu procurar emprego só em Janeiro desse ano. Em Julho, com o apoio do psiquiatra comecei o desmame da medicação. Percebia há 2 anos que o meu casamento não ia bem, tentei muitas coisas pra manter meu casamento, mas uma semana após eu ter parado totalmente com a medicação, o meu marido anunciou que estava indo embora. Isso ocorreu dia 02 de Setembro do ano passado. Não foi uma grande perda, pois ele já não estava presente a muito tempo e tinha vergonha do meu problema de saúde. Mas, com as mudanças, 1 filho de 4 anos, desempregada e o cara só me dava um cartão Vale alimentação, quase parei. Fiquei 2 meses muito mal, mas não voltei a tomar o remédio controlado. Voltei a fazer atividades físicas, procurei uma médica naturista (pulsologia), estou tomando um fitoterapico e mudei completamente a minha alimentação. Porém, as pressões continuam: definição de guarda, separação de bens (o cara quer a venda da casa porque a mulher que ele engravidou) e eu ainda estou desempregada. Estou tendo crises toda a semana, 2 ou 3 vezes na semana. As crises são fortíssimas (formigamento, sensação de morte, falta de ar, fraqueza, desinteria, ânsia de vômito, frio, calor, por horas). Dá muita vontade de suicídio no momento das crises, depois dacrise estou exausta e muito deprimida. Não quero voltar para remédios controle e também, terapia freudiana só me fez perder dinheiro. Se puder me indicar um bom terapeuta transpessoal ou holístico que atenda na região Oeste de São Paulo. Moro na Raposo Tavares, Zona Oeste ou Granja Viana são fácil acesso pra mim. Agradeço de coração e já estou indo lá no Facebook me cadastrar no Clube da Cachola. Nesses 4 anos nunca tinha visto nada tão esclarecedor sobre transtornos da mente.

    Ana Maria Saad · 22 de abril de 2016 às 14:57

    Olga, meu amor, apesar da sua história fiquei tão feliz em ler pq percebi sua evolução e o quanto vc já ampliou sua consciência sobre estes transtornos. Meu amor enfrentar toda essa barra já não é fácil, qnd estamos enfraquecidos então pela doença, nem se fale. Então se perdoe e tenha paciência contigo, não se exija demais nem coloque mais culpa sobre seus ombros já tão sobrecarregados. Vc ta fazendo sua parte, vc ta buscando, tá mudando e isso é o melhor que vc consegue hj, e isso é suficiente.

    A barra é pesada mesmo é genuíno vc se abalar e ter crises. é apenas uma resposta a td que ta vivendo!

    Então o próximo passo é esse mesmo: ajuda profissional com terapeuta holístico. perfeito. Posso te indicar a Angela Colameo, ela atendia na Granja Viana, foi terapeuta da Ana e é parceira da ONG, converse com ela:

    (11) 96682-0190
    http://www.sangante.com
    acolameo@yahoo.com.br

    Se não der certo com ela, temos outras indicações. Esse é o principal caminho meu amor. E com paciência e ação vc conseguirá sair dessa.
    Qnd puder tbm entre no nosso Club da Cachola pois ele te dará a base pra vc implementar o sue ritual diário de saúde mental e isso faz td a diferença! Estamos sempre aqui abertas pra pessoas como vc que estão se pegando pra criar e agindo pra fazer diferente! Força, vc nao tá só!

Juliana · 18 de março de 2016 às 02:19

Olá. Convivo com a SP há mais de 16 anos. Hoje estou com 29 anos, um bom tempo que eu não tinha crise, e nem tomo mais remédios, Porém, sempre ando com um calmante na bolsa por precaução. No domingo acordei com o corpo cheio de manchas vermelhas, dores nas articulações, câimbras, dormências e olhos vermelhos, tudo leva a crer que é Zika. Hoje já estou bem melhor, as vezes sinto meu corpo um pouco estranho, dormente.Acabei pesquisando no “Dr. Google se era normal esses sintomas, e acabei lendo o que eu não queria,pra variar,pra piorar a minha situação. Pq vi casos das complicações que a Zika pode causar, como essa GUILLIAN BARRET. ja foi o suficiente para me deixar mais tensa, pq os sintomas são bem parecidos com os da Síndrome do Pânico, e estou péssima esses dias e com medo. Tento controlar, mas uma coisinha que eu sinto, que seja parecido, já pioro tudo.

    Ana Maria Saad · 21 de março de 2016 às 17:24

    Juliana, meu amor, a síndrome do pânico, como qualquer outro transtorno da mente, existe sempre um gatilho emocional que causa. Ou seja, se vc não aprofundar nas causas de ter adoecido, mergulhando no autoconhecimento, vc estará sempre com medo da próxima recaída. Mas quando nos apropriamos de nossa história e sabemos como funciona nossa mente, então não há medo de recaída pq vc é senhora da sua mente e não o contrário. Além de autoconhecimento, não há remédio melhor pro pânico do que yoga e meditação mindfulness. Veja este vídeo abaixo pra entender e se inscreva neste link para baixar nosso guia de como ter saúde sem se entupir de remédios, tem bastante dica pra vc. Se se interessar pelo trabalho da ONG, volte anos ecsrever! Bjoks
    Se inscreva e baixe o guia: anamariasaad.com.br/inscreva
    Veja os vídeos abaixo pra entender a mensagem da doença e sobre a meditação: https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g
    https://www.youtube.com/watch?v=13W41kKeegs

jeferson luis apolonio da cunha · 13 de março de 2016 às 08:26

Não estou conseguindo dar sequência à confirmação do meu e mail. Por favor ajuda-me.

    Ana Maria Saad · 15 de março de 2016 às 14:16

    Jeferson, querido, que estranho. Vc se inscreveu por aqui: anamariasaad.com.br/inscreva
    Veja se o email de ocnfirmação não caiu na sua caixa de spam. Se ainda não conseguir, me escreva de volta no ana@pensamentosfilmados.com.br que te coloco na lista. Um beijo!

fabio · 8 de março de 2016 às 13:23

Em 2005 passei muito mal minha pressão arterial ate subiu muito, foi ate 230 x 170, foi diagnosticado estresse muito elevado chegando a panico. passei a tomar alguns remédios mas os efeitos e reações do remédio eram muitos. com o tempo melhorei mas não figuei bom. O tempo passa e a gente vai levando fiz terapia e melhorei bastante. Bem hoje tenho crises direto e não estou conseguindo me recuperar, tenho ( medos de perda familiar, não tenho vontade de nada,, tremores, dores no peito, formigamentos …..) e o mais engraçado e que quando bebo amas cervejinhas fico tranquilão, mas quando o efeito passa e um sufoco só. ja fui em vários psiquiatras e me mandão tomar vários remédios mas todos dão efeito contrario. tá difícil. abraços, aguardo alguns conselhos.

    Ana Maria Saad · 22 de março de 2016 às 17:32

    Fabio, meu amor, o pânico nunca será curado com medicamento, sabe pq? pq ele possui uma raíz emocional, ligada à sua história de vida e seu modo de encarar as coisas, que precisa ser olhado. Então o caminho é autoconhecimento mesmo, mas não apenas as terapias convencionais, é preciso buscar um conjunto de terapias que tratem vc como um todo: corpo, mente e Ser. Yoga e meditação são o grande remédio natural para o pânico e que vc pode praticar sozinho, se nao tiver dinheiro pra fazer uma aula. Além de claro exercício físico e mudança de estilo de vida (bebida só piora a situação, como vc sabe, mas pra vc ir se libertando disso só com mt disciplina e uma boa terapia).
    E principalmente: a libertação só vem qnd vc se apropria dos gatilhos que te causam o pânico. Então veja os vídeos abaixo que te indico e se vc se identificar, volte a nos escrever que podemos te orientar mais especificamente onde buscar as ajudas certas! Tem solução, acredite, mas é preciso buscar além dos medicamentos que a psiquiatria limitada e desumana insiste em receitar. Bjoks e força, juntos somos mais fortes!

    – Pra entender a mensagem da doença: https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g

    – A base da cura é o despertar do Eu-observador, que é o princípio da meditação e do Yoga. Então a partir de agora treine a observação dos seus pensamentos, quando sentir uma crise observe que tipo de pensamento está passando, que efeitos vc sente no seu corpo. Lembre-se sempre: vc não é a sua mente, vc é um todo maior, e esse todo maior é saudável.
    https://www.youtube.com/watch?v=13W41kKeegs
    https://www.youtube.com/watch?v=0nHTzID12C8

    – Yoga pra vc conhecer mais os benefícios: http://www.anamariasaad.com.br/depressao-recaidas-saiba-como-evitar/

Alvaro · 27 de fevereiro de 2016 às 19:35

Oi ana, boa noite. Apresento quase todos os 18 sintomas que você listou. Os momentos que se manifestam são diversos, bem como o grau da ansiedade/pânico. Quase sempre que tenho alguma emoção, sinto, seja ela boa ou ruim. E quando estou em locais que sei que não é fácil sair sem dar vexame (ex. Festas, casa de alguém, meu trabalho e etc) tb sinto. Normalmente meu refúgio é em meu carro, minha casa e, as veEs, hospital. Sempre fui muito autoconfiante e nunca tive medo de doença ou de morrer, não sei pq começou isso. As vezes, qualquer sintoma que sinto por outros motivos (dor de cabeça, estômago) já acho que estou tendo um grande problema de saúde, pq as sensações físicas são fortes demais. Ah, faço uso de rivotril sempre que ela vem forte..as vezes 0,5 uma vez, ou até quatro desses (total de 2mg). O que eu faço? Psicologo? Faço uso de fluoxetina tb…

    Ana Maria Saad · 22 de março de 2016 às 15:50

    Alvaro, meu amor, o primeiro passo de tudo é entender que a doença tem uma razão de ser. o Pânico vem pq a mente está a mil, mts vezes pq estamos fugindo ou negando olhar para oq se passa dentro de nós. Veja este filme pra entender, nele falamos de depressão, mas o princípio serve para tds as doenças mentais, vc entenderá vendo o vídeo. E então, se se identificar com nossa proposta, volte a nos escrever pra que a gente te oriente as ajudas que vc pode buscar e oq vc pode fazer pra se curar, pois a cura demanda muita ação. Um beijo e força, pq existe saída! https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g

bruna dionizio gasparini · 23 de fevereiro de 2016 às 11:18

sofro de sindrome do panico desde meus 17 anos tive uma melhora com tratamentos homeopaticos e voltei a minha vida normal achei que estava bem quando derrepente voltou tudo denovo, ai começei o tratamento com o psiquiatra tive uma melhora durante uns quatro anos continuo com ao tratamento só que agora estou tendo aquelas famosas recaidas e minha vida esta parando denovo quero ajuda para me curar voltar as minhas atividades vivo em constante apreensão.

    Ana Maria Saad · 14 de março de 2016 às 10:52

    Bruna, meu amor, as recaídas acontecem pq não entendemos a raíz do sofrimento (oq dispara o pânico) e pq não criamos uma rotina de saúde, com hábitos e técnicas, pra ir transformando isso. Só remédio, que seja alopatia, não funciona. O tratamento tem q ser integrado, baseado no autoconhecimento e mudança do estilo de vida.
    veja este vídeo aqui pra entender oq quero dizer com recaídas (fala de depressão, mas serve para qualquer diagnóstico, pq vc verá que a coisa é além do rótulo médico): https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g
    Veja este vídeo pra entender as causas e ferramentas disponíveis: http://www.anamariasaad.com.br/cura-da-depressao-bipolaridade-borderline-etc/

    Se vc se identificar com nosso trabalho, volte a me escrever que te ajudaremos ok?
    Um beijo!

marta · 10 de fevereiro de 2016 às 12:58

Show

lisiane · 9 de fevereiro de 2016 às 17:45

Boa tarde, eu tive sindrome de pânico em 2010 fiz um tratamento melhorei um pouco e parei mais ando muito ruim e preciso de um especialista em porto alegre para tentar me tratar o mais breve possivel minha vida está horrível não consigo ser feliz devido a esses problemas causadas pelo pânico .

    Ana Maria Saad · 16 de fevereiro de 2016 às 11:27

    Lisiane, que tipo de tratamento vc fez para pânico? Pq como todo transtorno, o pânico é apenas mais um sintoma de que vc precisa olhar para si e entender os gatilhos emocionais que te disparam o pânico. E isso é feito com autoconhecimento. Não sei te indicar um especialista em Porto Alegre, mas sei te indicar boas terapias. Então veja esse vídeo que ele é mt esclarecedor (apesar de tratar de depressão, se vc assistir até o fim, perceberá a mensagem que vale para td doença): https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g
    Outra coisa, para tratar os sintomas do pânico não há nada melhor que yoga e meditação, vc já fez? Conhece oq é? Veja sobre a meditação aqui: http://www.anamariasaad.com.br/meditacao-pra-depressao-nada-de-ficar-parado-sentado-sabia/
    E se inscreva no link abaixo para pegar nosso guia para a cura, onde te orientamos sobre que tipo de ajudas buscar e quais atitudes vc deve ter para se curar, ok? anamariasaad.com.br/inscreva.
    E volte a me escrever caso ache que a ONG pode te ajudar ok? Um beijo e força!

edson alves de araujo · 2 de fevereiro de 2016 às 14:14

eu toco a noite e nao sinto nada nunca sentir medo de sair.as vezes desconfio nao ter a sidrome do panico.

    Ana Maria Saad · 10 de fevereiro de 2016 às 18:18

    Edson, não confie nos diagnósticos, pois os médicos erram! O que importa é: vc está sofrendo? vc está apresentando sintomas que estão atrapalhando vc de desempenhar as atividades do dia a dia? Vc se sente mal na própria pele? Se sim, vc precisa buscar terapias para entender da onde vem esse sentimento para poder superar. Não se apegue ao rótulo, se apegue à pergunta: o que vc precisa para ser feliz? ela te guiará para o caminho certo. Veja este vídeo, qlquer coisa entre em contato com a ONG para podermos te indicar tratamentos possíveis.
    https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g

edson alves de araujo · 2 de fevereiro de 2016 às 14:05

nao sinto estes sitomas mas o medico me falou que tenho sindrome do panico o que sera eu so sinto as vista pesada

Thais · 28 de janeiro de 2016 às 22:57

Ainda não fui diagnosticada mas acho que estou com depressão e síndrome do pânico…. Não ando com vontade de sair pra canto nenhum e quando saio passo mal de nervoso… sem contar com as vontades de chorar

    Ana Maria Saad · 2 de fevereiro de 2016 às 15:36

    Olá Thais! Não importa muito o nome da doença, mas sim que vc entenda a mensagem dela e que vc tem o poder para sair disso, mas pra isso é preciso autoconhecimento e disciplina pra gerar hábitos saudáveis que vão te levar a ter uma vida melhor!
    Assista a este filme que ja ajudou muita gente e veja se identifica a mensagem da doença em vc: https://www.youtube.com/watch?v=G2U2Y_f9L8g
    Depois, se achar que a nossa ONG pode ajudar, temos muitas ferramentas pra vc e profissionais para te indicar.
    Um beijo, força e volte a nos escrever!

denise · 16 de janeiro de 2016 às 18:13

Tenho sindrome do panico e depressao,depois que me divorciei e meu ex marido,me deixou na pior,endividada e por fim fui obrigada a deixar as filhas com ele.Estou mal faz 14 anos…mas agora sao minhas filhas que maltratam,tudo por $$$.Moro sozinha e tenho medo de morrer..ninguem conversa comigo pq só falo de depressao e com isso a s pessoas se afastam de mim,eu vivo rezando.Mas qdo anoitece e ja começo a tremer e amanheço tremendo tbem..minha vida nao tem sentido,prefiro morrer..mas tenho medo de tudo.Minha familia me recrimina.Hoje estou só.e a Depressao voltou,tenho medo do meu dinheiro nao dar pra pagar as contas,meu ex marido cortou meu plano de saude,nunca trabalhei fora..vivo de um pensao q ele me ameça tirar..e minhas filhas querem q eu morra pra poder ficar com a casa…sempre foi uma boa mae,mas como o dinheiro fala mais alto elas preferem ficar do lado do pai.Vivo tomando rivotril e fluxetina..mas nao quero viver disso…ja me inscrevi pra receber suas dicas.Obrigada

    Ana Maria Saad · 26 de janeiro de 2016 às 17:51

    Olá Denise! Infelizmente a falta de apoio da família é a maior queixa de pessoas que sofrem com estas doenças. Mas sabe o que isso pode significar: só vc pode cuidar de si mesma, então se pegue para criar e faça o que os outros não faze por vc, se ame! Vc está recebendo nossas dicas por email? Existe muitas técnicas para superar o pânico e vc deve colocá-las todos os dias na sua vida. Vc já conseguiu colocar alguma coisa em prática? Está em tratamento? Se inscreva no link abaixo e pegue o guia “2 macetes para melhorar de vez- e o melhor – sem se entupir de remédios que elaboramos para ajudar pessoas como você que não sabem por onde começar. se achar que a ONG pode te ajudar, volte e entrar em contato! e não se desespere, juntos somos mais fortes e existe saída pra esse sofrimento! Clique aqui: anamariasaad.com.br/inscreva

Thaís Moraes · 16 de janeiro de 2016 às 10:26

Olá pessoal, eu tenho 21 anos e sofro com a sindrome desde uns 8. Como na época não era tão comum ou diagnosticado, passei por despercebido, como o medo comum de crianças e nada demais… Tinha crises horriveis e mal conseguia dormir, dormir em si me dava medo. Aos 11/12 anos as crises sumiram, talvez por entrar na adolescencia e não mais ter noites dormindo e sim começando a fase de sair com os amigos. Aos 18 anos, ela voltou. Com a perda de uma tia muito proxima e uma semana após meu avô, fiquei 1 mês com crises intensas, de não conseguir andar soznha pela casa, isso durou alguns meses até conseguir dormir normalmente. Daí então, somente após 2 anos tive uma crise breve durante o sono, quando ja estava namorando. E no ano passado tudo voltou, minha avó ficou doente e sofri com alguns acontecimentos no meu relacionamento, o que me deixava ansiosa e desencadeava as crises… e isso está acontecendo com frequencia. Hoje, janeiro de 2016, eu estou totalmente com medo de que isso afete meu namoro e minha vida toda, pois desconfio de tudo o tempo todo, tenho a sensação de que sempre tem alguem falando de mim ou pensando algo, não confio no meu namorado nem quando ele está em seu quarto sozinho, namoro a distancia a 2 anos, isso nunca foi problema até agora, e passo noites em claro, com crises, sem dormir e muita, muita dor no peito… gostaria de saber, qual profissional procuro, se um psicologo ou psiquiatra, e se o panico desenvolve transtorno bipolar… isto está me matando e matando as coisas boas que tenho… me ajudem! vamos compartilhar!

    Ana Maria Saad · 26 de janeiro de 2016 às 18:14

    Oii Thaís! Meu amor, o que vc precisa é de conhecimento, tanto sobre si mesmo, quanto sobre as ferramentas que existem para superar estas doenças. Vc está inscrita no nosso blog? Se ainda não, se inscreva no link abaixo e pegue o guia “2 macetes para melhorar de vez- e o melhor – sem se entupir de remédios que elaboramos para ajudar pessoas como você que não sabem por onde começar. Existe solução para tds esse sintomas terríveis, mas vc precisa entrar em contato com os gatilhos emocionais que desencadeiam o pânico e vc fará isso com ajuda de um bom terapeuta, este guia vai te ajudar. Vc diz que tem pânico desde criança, por acaso consegue identificar a origem destes sintomas? No nosso club da cachola damos muitas ferramentas para ir te ajudando a entrar e contato com isso e principalmente as ferramentas que vc pode aplicar tds os dias sozinha (como meditação mindfulness, yoga, aterramento) e que aos poucos irão te ajudar a sair desse mal estar terrrível. acredite, tem solução. leia este guia e se achar que a ONG pode ajudar, volte a nos escrever! Um beijo e força, existe saída, pode acreditar!
    Clique aqui: anamariasaad.com.br/inscreva

Letícia Morais · 17 de dezembro de 2015 às 11:41

Olá, Ana…
Descobri agora esse site, e estou super empolgada para ler o seu guia. Já me inscrevi no link que vc passou, porém ainda não recebi o e-mail de confirmação. Então, mandei um e-mail para você, explicando isso… Fico no aguardo do seu guia. Tenho certeza de que irá me ajudar com minhas ‘crises de pânico’.

Muito obrigada!

    Ana Maria Saad · 21 de dezembro de 2015 às 13:34

    Oi amada,

    bem vinda!

    bela te enviarei o guia jaja pelo email mesmo.

    mas vc conferiu seu spam? da uma olhada la. de todo jeito jaja te envio!

    e mais uma vez: bem vinda!!!

    bjokaaaaaaa

ivanir · 12 de dezembro de 2015 às 14:10

sinto um aperto no peito,raiva,sensassao de explosão,desassossego,vontade de sair correndo, gritar quebrar tudo e todos que estão proximos.Ha momentos que acho sair do controle e vou enlouquecer ,tomo sertralinae florais mas ta dificil.

Rafael · 10 de dezembro de 2015 às 13:17

Tenho hipertireoidismo,tive ataque de panico duas vezes quando ingeri muito vinho,tomei iodo radioativo, e agora tenho ansiedade generalizada, espero que essa ancieadade desgastante suma quando a tireoide normalizar,ou sera que terei sequelas?você deveria considerar problema de tireoide no seu texto

    Ana Maria Saad · 12 de dezembro de 2015 às 19:14

    Rafael,

    sua tireoide nao ficou zoada a toa.e se vc conhecesse mais meu trabalho, saberia que sempre falo nao so da tireoide, mas de anemia tb e da importancia de fazer exames fisicos. veja esse guia gratuito: http://www.anamariasaad.com.br/inscreva

    agora, pq vc ingeriu mto vinho? queria fugir de vc mesmo? se anestesiar do que? se na primeira vez vc teve panico, pq insistiu em repetir a dose?

santos · 8 de dezembro de 2015 às 10:34

Senhora,
tenha a gentileza de não admitir nomes impróprios no site. Um site super útil, mas que admite expressões grosseiras? __ Não gostamos disso! __
Será que o site é defensor do Brasil __ ” Morro da Macaca” __ das péssimas atitudes, de comportamento que é um verdadeiro escândalo?
É nossa opinião, temos o direito de expressão, também.
Grat

    Ana Maria Saad · 12 de dezembro de 2015 às 19:21

    Amado, eu falo mtas palavras consideradas palavrões, pq palavrão pra mim são palavras tipo: assassinato, corrupção, hipocrisia…

    Esse espaço é minha casa e aqui o que não admito é falta de educação e respeito. O que não tem nada a ver com falar ou nao palavras consideradas palavrão.

    Há pessoas incrivelmente grosseiras que escrevem de modo erudito, sem falar palavrão algum!

    Se vc nao gosta, sinto mto, mas nao mudarei meu modo de expressão pra te agradar.

Danilo V. Sobral · 6 de dezembro de 2015 às 06:06

Tenho SP a 6 quase 7 anos jah passei por… bem perdi a conta pela quantidade de médicos que já passei mas nunca vi ninguém com real intuito em ajudar fora os que tem SP uns aos outros sem nenhum custo, então gostaria antes de me aprofundar no site etc…
Porque vocês estão fazendo isso? E acima de tudo porque gratuitamente?

Renan Rodrigues · 4 de dezembro de 2015 às 18:02

Boa tarde, deixei meu email mas ainda não recebi a resposta, estou sofrendo com isso também, já tive varias vezes essas crises e agora está atrapalhando meu relacionamento, fico com receio de sair de casa, fico com pensamento na cabeça de que vou passar mal, tenho outros problemas que foram se agravando devido a este problema.

Ana Carolina · 4 de dezembro de 2015 às 13:56

Nossa, eu senti td isso por 3 vezes já, fui ao médico e o diagnóstico foi : estresse.
Fora tds estes sintomas, ainda tive alteração na preçao arterial e um gosto amargo na boca apesar de beber muita água o tempo td.

aline · 12 de novembro de 2015 às 10:31

eu tenlho panico

celia · 7 de novembro de 2015 às 16:47

de uns dias pra ca estou passando muito mal ,sinto todos esses sintomas da ansiedade eo pior pra completar minha pressao arterial sobe estou tomando calmante de ervas mais n esta adiantado oq devo fazer ?…

Luiza · 28 de outubro de 2015 às 12:11

Oi, já me inscrevi e não recebi nenhum email.

MARCIO · 20 de outubro de 2015 às 21:07

OLA MEU NOME É MARCIO TENHO SENSAÇÕES ESTRANHA COMO SE EU FOSE PERDER O CONTROLE COMO LIDAR COM ISSO JA QUE TOMEI MEDICAMENTOS E N RESOLVEU .

    Ana Maria Saad · 23 de outubro de 2015 às 19:06

    Marcio só medicamento nao vai resolver mesmo. Vc precisa fazer sua parte.

    E como é isso?

    Se inscreve no site: http://www.anamariasaad.com.br pra ganhar um guia que preparei com mto carinho pra vc saber que tipo de ajuda buscar.

    leia e vamos nos falando

    bjokaaaaaaa

ISABEL CRISTINA DA SILVA SANTOS · 9 de outubro de 2015 às 15:12

tenho muito medo de morrer MUITA FALTA DE AR E MUITA DOR NO PEITO QUALQUER DOR QUE EU SENTIR JA PENSO QUE VOU MORRER PASSEI UMA VEZ NO PSIQUIATRIA E ELE ME DEU REMEDIO MAIS NAO TOMO NAO CONSIGO ACEITA ISSO NA MINHA VIDA

    Ana Maria Saad · 16 de outubro de 2015 às 14:36

    Isabel

    vc ja sabe que seu problema é nao aceitar que vc tem um problema

    qto mais vc resistir mais o problema vai persistir

    entao bela, ganhe conhecimento pra saber que tipo de ajuda medica e terapeutica buscar pq so remedio nao adianta mesmo

    se inscreve no site http://www.anamariasaad.com.br pra ganhar um guia e saber que ajuda buscar

    bjoka

Nayanne · 8 de outubro de 2015 às 18:38

Tenho medo de tudo,no trabalho em ksa,ñ pode chegar ninguém q acho q vai me fazer alguma coisa,as vezes meus primos pedem pra tirar uma foto comigo,aí já axo q eles vão dar para alguém vir me matar,ñ saio mais de casa,só pra ir trabalhar,isso quando eu vou,ñ sei mais o q faça.

    Ana Maria Saad · 9 de outubro de 2015 às 13:05

    Nayanne

    procure ajuda profissional urgente!

    se inscreve no site http://www.anamariasaad.com.br pra ganhar um guia e saber que tipo de ajuda buscar.

    leia e vamos nos falando

    bjoka

    Liliana · 16 de outubro de 2015 às 09:35

    Meu Deus que sofrimento!Procure ajuda de um profissional da área,e com as bençãos de Deus você há de se curar!

Raquel · 2 de outubro de 2015 às 20:07

tenho Sindrome do Pânico..a alguns anos mas sei bem dos sintomas e quando vejo que vou ter uma crise eu me fasto das pessoas e me insolo.. eh uma doença devastadora pois não consigo ter uma vida tranquila..ja fui pra vários médico,fiz uma série de exames mas graças a Deus está tudo sobe controle,mas mesmo assim tenho medo constantes..vivo com ansiedade e medo … mas mesmo assim procuro viver melhor pela minha filha..eh muito dificil essa sindrome pois deixamos de viver os melhore momentos com as pessoas que amamos…

    Ana Maria Saad · 9 de outubro de 2015 às 13:33

    Raquel vc precisa de ajuda profissional correta.

    E que ajuda é essa?

    se inscreve no site http://www.anamariasaad.com.br pra ganhar um guia e saber

    leia e vamos nos falando pq tem jeito de vc se curar disso

    bjokaaa

    andré · 16 de outubro de 2015 às 19:34

    sei bem como é tenho ha trez anos

Doug · 28 de setembro de 2015 às 15:19

ola, teve um dia que passei mal muito mal porq estava usando coisas ruins , ai fiquei com muito medo e tipo des daquele dia eu fico mal quando penso e tipo du nada parece que eu to passando por tudo que eu passei no dia q passei muito mal ai fico zuadao parece que fico com falta de ar garganta seca tontura e Sensação de estar fora da realidade e tremores , como eu trato isso com um psicologo ?obg

    Ana Maria Saad · 1 de outubro de 2015 às 18:23

    Doug,

    busque um bom médico querido.

    pra saber qual, se inscreve no site pra ganhar um guia que vai te ajudar nisso: http://www.anamariasaad.com.br/

    leia e qq duvida me diga!

    bjoka

catia · 17 de setembro de 2015 às 11:31

sou muito ansiosa,q dá panico as vezes,bloqueia meu celebro.

    Ana Maria Saad · 25 de setembro de 2015 às 11:54

    Catia

    e vc faz tratamento?

catia · 17 de setembro de 2015 às 11:28

olá,Bom dia!
Fico muito nervosa .quando algo de novo me acontece,situaçoes,no trabalho por exemplo.Mudei de função ,mas não me sinto bem ,no local de trabalho ,sufocada,só chorando,chata ,achando que as pessoas estão falando de mim.Me justificando p tudo e todos,Vou já perde meu emprego.o q faço?estou muito pertubada.

marcelo · 7 de setembro de 2015 às 17:02

estou escrevendo um livro informativo sobre síndrome do panico, não sou medico mas sofro há 8 anos com isso e quero contar minhas experiencias e de outras pessoas, quem quiser me deixar depoimentos reais aceito pra colocar no artigo.

Juliana Freitas · 4 de setembro de 2015 às 16:34

Boa tarde! Ah algum tempo venho sentido mal estar em ficar em ambientes fechados e sem ventilação…Tenho a sensação de que vou ficar sem ar e o coração começa a acelerar de repente.

    Ana Maria Saad · 15 de setembro de 2015 às 18:16

    Ju,
    vc ja foi ao medico?
    procure um que seja mais humano, com foco na saude e nao na doença.
    veja um medico homeopata, antroposofico, da medicina chinesa, indiana, algum profissional que te ajude mesmo
    bjokaaaaa

Paulo Santana · 21 de agosto de 2015 às 18:57

Boa noite!
Estou sentindo uns problemas e me parece ser por causa da ansiedade, caminhando as vezes parece que vou cair, piso em falso como se tivesse buracos no chão, a noite quando me deito pra dormir os meus pés formigam e isso faz com que me levante e fique meio nervoso, gostaria de saber se são sintomas de ansiedade…Obrigado…

    Ana Maria Saad · 1 de setembro de 2015 às 21:05

    Paulo,

    nao temos como te responder isso pq nao somos profissionais da saude e vc nao esta em uma consulta.

    busque um bom medico, que seja humano, adepto da medicina integrativa, ou homeopatia, ou antroposofia que possa te orientar, pedir exames e que te olhe alem dos sintomas!

    bjoka e boa sorte

otavio gontijo · 12 de agosto de 2015 às 08:21

Olá tenho crises de panico sofri a primeira na faculdade onde eu tinha certeza que iria morrer mais graças a DEUS passou tenho algumas crises agora mais ja consigo controlar elas bastante procurei cardiologistas fiz todos os tipos de exame do coraçao e nao deu nada tem 1mes que isso aconteceu mais ainda me sinto muito inseguro.

    Ana Maria Saad · 12 de agosto de 2015 às 20:02

    Otavio,
    querido isso nao veio a toa, o convite é vc ganhar conhecimento pra saber quais profissionais buscar e identificar o porque vc esta passando por isso pra poder sair disso.

    Então se inscreve DE GRAÇA no nosso Congresso que sera pela internet, então vc assiste da onde estiver. Teremos varios especialistas com palestras bem bacanas e pessoas que superaram esse tipo de coisa. ESSE É O LINK, SE INSCREVE: http://www.anamariasaad.com.br/congressomedismente/

    bjoka

Volsir Marques · 10 de agosto de 2015 às 01:28

Gente eu sofro com síndrome do panico a 6 anos
Eesses dias eu não conseguiu dormir com aquela angústia
E minha pernas ficava frias e suava muito
E eu como sou muito nervoso já ficava pensando besteira
A ainda tinhá ondas de calor que me deixava mais apavorado ainda
Enfim fui no médico e ele fez exame de sangue pra vê se eu tinha uma onfeicção
Não acusou nada
Mas sempre quando eu penso algo tipo doenças
Que eu posso morrer essas coisas
Eu fico nervoso
E me acontece isso

    Ana Maria Saad · 12 de agosto de 2015 às 20:12

    Querido vc precisa ganhar conhecimento pra buscar ajuda profissional direito.

    Então se inscreve DE GRAÇA no nosso Congresso que sera pela internet, então vc assiste da onde estiver. Teremos varios especialistas com palestras bem bacanas e pessoas que superaram esse tipo de coisa. ESSE É O LINK, SE INSCREVE: http://www.anamariasaad.com.br/congressomedismente/

    Conhecimento vai te libertar!

    tatiane muzeka · 18 de agosto de 2015 às 12:45

    volsir bem eu tambem sinto o mesmo e muito sofrido isso ,força pra voçe o jeito e tratamento e fazer o maximo pra controla .

Junior Ferreira · 9 de agosto de 2015 às 14:29

O complicado em falar sobre ter a síndrome do pânico é que todos falam: Você vai superar, vai tirar de letra.
Poucos sabem o que é se sentir mal em lugares fechados assim como no meio de um deserto por exemplo. Alguns confundem pânico com fobia.
Do nada andando na rua, tudo escurece, a respiração fica pesada, o mundo se fecha e você vê como solução ir para o espaço tentando buscar mais espaço.
A cada dia que passa fica mais difícil, as crises são constantes.

    Ana Maria Saad · 12 de agosto de 2015 às 20:18

    E elas nao vem a toa, para supera-las vc precisa se conhecer a fundo e pra isso, vc precisa ganhar conhecimento pra saber qual ajuda buscar.

    Então se inscreve DE GRAÇA no nosso Congresso que sera pela internet, então vc assiste da onde estiver. Teremos varios especialistas com palestras bem bacanas e pessoas que superaram esse tipo de coisa. ESSE É O LINK, SE INSCREVE: http://www.anamariasaad.com.br/congressomedismente/

    A superação é possivel com a ajuda profissional certa!

luciana · 7 de agosto de 2015 às 10:28

Comecei a sentir o transtorno do pânico quando minha mãe teve o segundo AVC após 11 anos, tive que ficar no hospital com ela. Quando chegava em casa pra descansar um pouco e deitava acordava com os sintomas e fui por duas vezes no hospital pensando que estava tendo um AVC e na segunda vez o médico falou que estava com a síndrome do pânico. Não sinto todas os dias mas a maioria da vezes é a noite, ontem mesmo tive vários e foi a noite acho que fiquei ansiosa com os novos medicamentos dela. fui no meu médico que é clinico e ele acha que também é a síndrome do panico e passou medicamento mas estou com receio de tomar, penso que é efeito do momento que estou passando e medo dela ter outro AVC de novo, mesmo já estando melhor. Preciso de ajuda

    Ana Maria Saad · 12 de agosto de 2015 às 20:26

    Lu,

    Vc precisa ganhar conhecimento pra saber qual ajuda profissional buscar.

    Então se inscreve DE GRAÇA no nosso Congresso que sera pela internet, vc assiste da onde estiver. Teremos varios especialistas com palestras bem bacanas e pessoas que superaram esse tipo de coisa. ESSE É O LINK, SE INSCREVE: http://www.anamariasaad.com.br/congressomedismente/

    E aqui no site tem bastante informação, qto mais vc souber mais facil sera buscar profissionais que realmente te ajudem a transformar isso!

    vamos nos falando

    bjokaaaaaa

lorenabarbosa2008@hotmail.com · 5 de agosto de 2015 às 16:45

O SOFRIMENTO VIU GENTE CHAMA-SE SÍNDROME DO PÂNICO , ANO PASSADO PERDI MEU TIO EU LEVEI PARA O HOSPITAL, TINHA INGERIDO VÁRIOS MEDICAMENTOS, ELE TINHA PROBLEMA MENTAL FEZ ISSO POR CARREGAR SOZINHO NAS COSTAS MINHA AVÓ QUE SOFREU AVC, CHEGANDO NO HOSPITAL ELE FOI ATENDIDO RAPIDAMENTE MAIS INFELIZMENTE TEVE ALTA DO HOSPITAL 3 DIAS DEPOIS DE INGERIR OS MEDICAMENTOS COM O BATIMENTO CARDÍACO A 140 BPM, QUEM FOI BUSCA-LO FOI MINHA TIA, EU DISSE TIA FUI AI ONTEM VISITAR O TIO NÃO TIRA ELE DO HOSPITAL, ELE NÃO ESTA BEM, ELA OUVIU O MEDICO MEU TIO VEIO A FALECER AO ANOITECER, FALECEU AOS PÉS DA MINHA AVÓ ELE ERA UM ANJO GENTE. DEPOIS DE 2 MESES MINHA AMIGA DESCOBRIU QUE ESTAVA COM CÂNCER, FOI O FIM PARA MIM COMECEI A VISITA-LA NA SANTA CASA ELA PEDIU PARA EU CORTAR O CABELO DELA, FOI MUITO TRISTE POIS O CABELO DELA JÁ HAVIA CAÍDO DEVIDO QUIMIOTERAPIA…DEPOIS DE TUDO ISSO VEM MINHA MÃE PEDINDO PARA EU AJUDA-LA, POIS, NÃO ESTAVA MAIS AGUENTANDO USAR DROGA (CRAQUE), NÃO TIVE UMA INFÂNCIA MUITO BOA NÃO VIU GENTE…TODOS NOS TEMOS PROBLEMAS, DEPOIS ESTES EPISÓDIOS QUE ACONTECEU EM MINHA VIDA MEUS BATIMENTOS FORAM HA 179BPM, MINHA BOCA SECAVA, TINHA DORES NO PEITO, FALTA DE AR, MEDO DE TUDO E TODOS, HOJE ESTOU TOMANDO CITALOPRAN 20, PEÇO AJUDA DE VOCÊS SAÍRAM DESSA COMO, MESMO COM OS MEDICAMENTOS ESTOU TENDO SENSAÇÕES RUINS ACHO QUE VOU MORRER A QUALQUER MOMENTO…

    Ana Maria Saad · 6 de agosto de 2015 às 12:59

    Lorena,

    Querida sinto muito pelos acontecimentos, mas vc com certeza ja ouviu a frase: o que não me mata me fortalece, certo?

    Primeiro de tudo: vc precisa ganhar conhecimento pra pode ir em busca do seu caminho de saúde e isso vc podera fazer no nosso Congresso online é de GRAÇA e vc pode assistir da onde quiser, basta ter boa internet, se inscreva: http://www.anamariasaad.com.br/congressomedismente/

    Segundo: Fuce nesse site que tem bastante conteudo gratuito pra vc ganhar esse conhecimento necessario.

    Vc precisa conhecer sobre saúde e medicina integrativa, pq so remedio não vai te ajudar mesmo.

    Se inscreva no Congresso e vamos nos falando!

    bjoka

Alex · 31 de julho de 2015 às 17:03

Olá, tenho crises de ansiedade desde que me conheço por gente. Os gatilhos estão sempre associadas a situações sociais, de exposição e/ou de avaliação (medo). O processo é o de sempre: sofrimento antecipatório e pronto, ou as experiências serão sofríveis ou elas nem acontecem ( fuga). Com isto, toda minha vida foi moldada para um ambiente de conforto, fazendo com que eu abrisse mão de muita coisa que poderia ser positiva. Hoje, com 36 anos, e com incalculáveis perdas na vida, tento incansavelmente encontrar formas de ser feliz, de ter mais qualidade de vida e de me reinventar se for preciso. Já tentei de quase tudo, mas ainda não encontrei o que faça realmente diferença na minha vida. Estou interessado em uma terapia chamada “Dianética”, alguém conhece ? Já ouvi, li e me informei a respeito, mas ainda estou inseguro sobre os resultados. Se alguém já teve alguma experiência e puder compartilhar, eu agradeço.

    Ana Maria Saad · 4 de agosto de 2015 às 13:47

    querido, o que vi ha a dianetica ha anos atras me despertou desconfiança. mas essa sou eu.
    Como te disse repito: vc tentou quase de tudo… esse é o problema, vc nao se fixou em nada!
    Ficar pulando de galho em galho é uma maneira bem esperta que sua mente tem de evitar a dor verdadeira…
    Faz sentido isso?

Vladimir · 27 de julho de 2015 às 21:27

Queridos lindezos, eu já tive alguns ataques de pânico. Tenho depressão a muitos anos e o pânico aparece de vez em quando. Nas minhas crises de pânico eu perdi a noção de realidade, achava que queriam me assassinar. Porquê, sei lá, só sei que olhava pra alguém na rua e pronto era o meu algoz. Iria me matar. Via algum helicóptero sobrevoando a cidade, pronto, estavam me caçando.Em uma viagem de avião tinha certeza que ele cairia. Cheguei a trocar de ônibus pois tinha certeza que estavam me seguindo. Nunca usei drogas mas o troço é paranóico. Aprendi a rir depois que passa, mas na hora o troço é real dá cagaço mesmo. Voltei a psicoterapia e tomo antidepressivos. Estou bem melhor. O difícil é que quando estamos doentes ou nessas crises parece que não tem solução. Este site da Ana, desde a versão antiga me ajudou muito. Só um louco reconhece outro louco.

    Ana Maria Saad · 30 de julho de 2015 às 23:52

    Vladimir,

    Bom ver vc por aqui!!

    E só um louco que se curou sabe que é possivel ser bem doido, porem com saude…

    Como gerar saúde? como encarar os fantasmas que nos deixaram com a mente atormentada?

    Nenhuma mente fica desparafusada sem que situações tenham afrouxado sua estrutura!

    E pra arruma-la, da-lhe muita terapia e integração com atividades como yoga!

    bjokaaaaaa

leticia dos santos · 25 de julho de 2015 às 06:43

Meu nome ee leticia pois sofro desse mal já procurei psicologo mas naum consigo me cura disso busco muita ajuda de deus pois tenho fé que ele vai me curar ainda por cima estou gravida ir me encontro muito ruim ,meu esposo me deixou ir tou na peleja ir na fé

edna · 23 de julho de 2015 às 22:11

E ñ tenho medo, tenho sintomas físicos como: Calafrios, tremores, formigamento nas mãos, dor de cabeça, dor na barriga intensa, nauseas….

    Ana Maria Saad · 30 de julho de 2015 às 23:25

    E Edna, vc já sabe por que?

Anônimo · 10 de julho de 2015 às 14:42

Desenvolvi um quadro de pânico durante o tempo que sai de casa pra entrar na Universidade. Foi horrível, sensação de morte 24 hrs, dores de barriga, sensação que que estava tudo em câmera lenta como em uma filme, pronto pra dar o bote kkk. Tremedeira, adrenalina, suor, dor de cabeça, enxaqueca, tensão muscular 24 hrs e no final desenvolvi cálculo na vesícula o que ligo totalmente ao psicossomático já que antes disso a alimentação era normal e não tinha nada. Essas doenças vem como uma enxaqueca crônica, uma adolescência de depressão (que é justificada pela idade), uma tensão muscular nos ombros e quando você vê tá doentão pedindo pra tia morte chegar logo. rsrsrrss Seria até engraçado mas é terrível porque ninguém te dá a mão quando você pensa que tem que ir trabalhar.. ninguém se oferece pra ir com você ao médico, mesmo sabendo que quando você entrar em um ônibus pra ir ao médico você vai se imaginar sendo assaltado, estuprado, se intoxicando com o remedinho do contraste para exames… e outros né rsrsrs. Vocês entendem ! Só escrevi tudo isso, porque hoje dou risada e choro quando lembro que sobrevivi.. GENTE O TEMPO NÃO CURA TA? SE ALGUÉM TE FALAR ISSO NÃO ACREDITE..vá fazer terapia.. em pouco tempo de terapia cognitiva comportamental os sintomas graves deram tchau e eu entrei nesse mar profundo de autoconhecimento.. de tentar entender lá da raiz, quem sou, passar por remédios, se desmotivar e aprender que você já esteve tão no fundo, e que agora você está boiando na tempestade tentando aprender a nadar.. não é fácil, mas se você não sabe nadar não adianta se debater!Fé em nós mesmos! 😉

    laura · 16 de julho de 2015 às 20:22

    ps: assinado: Laura 😉

    Ana Maria Saad · 17 de julho de 2015 às 20:47

    Assim seja!
    inspirador seu depoimento, e isso ajuda demais!
    bjokaaaaaa

Flavia · 6 de julho de 2015 às 20:02

Achei o artigo bem interessante e atual, afinal as doenças psicológicas são as doenças do século. Fui diagnosticada por uma médica de plantão de urgência com Síndrome do Pânico. Porém, me consultei com um psiquiatra e o mesmo disse que sofria com crises de ansiedade. Pesquisando sobre o assunto, vejo que me enquadro mais na questão da ansiedade. Sofro com sensação de sufocamento, dores no peito esquerdo, sensação de estar sofrendo com problemas cardiacos, as vezes fico eufórica. Atualmente os sintomas passam mais rápido, porque já venho exercitando medidas de relaxamento. Porém, os sintomas ainda me incomodam muito. Agora, por exemplo, me matriculei na academia e estou preocupada com o fato de ter problemas cardíacos. Mas eu sei que essa minha “neura” só piora as coisas. Então tento pensar positivo e os sintomas logo passam.

    Laura · 10 de julho de 2015 às 14:47

    amiga, já me intrometendo.. isso é da sua mente. Quando me matriculei na academia também tive medo e ainda por cima com maior vergonha do mundo preenchi que tinha Síndrome do Pânico. rsrsrs Você não vai morrer do coração, não vai ter um tumor do nada, nem vai ser assassinada na fila do pão. Falo isso com muito carinho por sei que é horrível. Terapia é igual um tapa na cara do pânico! Faça! O pânico é só um sintoma do recado que sua mente tá mandando.. se você não atende o telefone ele continua tocando, querendo mandar um mensagem.. ! E quando você atender (fazer a terapia) vai entender que não era um recado sobre o pânico, era sobre um fio do telefone que deu curto, era muito mais profundo. Desejo que isso passe, e que você se cure. Beijosssssss

    Ana Maria Saad · 17 de julho de 2015 às 21:00

    Flavinha vc descobriu as causas disso?

    Bela, veja essa video aula com essa medica psiquiatrica incrivel que vai te abrir um mundo novo pra vc melhorar de vez: http://www.anamariasaad.com.br/cura-da-depressao-bipolaridade-borderline-etc/

    depois a gente se fala, blza?

IZABEL CRISTINA DA SILVA SANTOS · 6 de julho de 2015 às 12:31

TENHO ESSA SIDROME MUITO RUIM PROCURO SEMPRE AMIGOS PARA ME DISTRAIR ,SINTO TANTA COISA QUE NÃO SEI BEM EXPLICAR, O QUE ORECISO HOJE É UMA PESSOA PARA CONVERSAR E NÃO FICAR SOZINHA, LER ESTUDAR ,ESCUTAR MUSICA ME OCUPAR E ACHEI MUITO INTERESSANTE ESSAS PÚBLICAÇÕES….

EDUANE · 3 de julho de 2015 às 15:56

Na verdade já não aguento mais, minha cabeça só pensa em coisas ruins e para proteger meus filhos, eu e minha família fico fazendo (manias), me batendo várias vezes (Toc), até me sentir protegida.
Isso ta acabando comigo, choro muito e vivo rezando, fico ajoelhando no meio do trabalho como se fosse juntar algo, para reza e não perceberem, faço rituais constantemente á 22 anos.

Os comentários estão fechados.