Se você sofre de Depressão, Ansiedade & Cia, qual frase te descreve melhor?

1- “Me sinto só, ninguém me entende direito.”

2- “Vivo com medo da próxima recaída.”

3- “Queria achar a luz no fim do túnel (e não um caminhão vindo na minha direção)”

Independente de se identificar com uma ou todas as frases acima, você precisa do meu Super Di Lifestyle.

super-di

"Hábitos certos pra você que se sente errado, porque trocando seus hábitos você muda de vida!"

Super Di Lifestyle é o farol que ilumina a escuridão onde você tá

(não precisa ficar esperando a luz só no fim do túnel não)

#eu sei pq passei e me curei

Pra você viver bem e em paz na sua própria pele, sem ter sintomas e recaídas da depressão, ansiedade e cia, você precisa saber:

  • Quais os hábitos certos fora da caixa pra quem sofre de depressão e ansiedade; e
  • Como adotar esses hábitos que regeneram seu cérebro (apesar da falta de tempo, de energia, da mente confusa e da preguicite aguda); e
  • Como ficar unha e carne com a Super Di - a disciplina libertadora - pra manter esse novo lifestyle que te liberta da depressão e ansiedade


Porque…

A CURA É O RESULTADO DE MUDANÇA DE HÁBITOS > Adotar novos hábitos é só uma questão de treino

(tipo aprender a andar de bike: a gente cai muito e se rala no asfalto, mas se não desistimos no meio do caminho, é certeza que uma hora pilotaremos a magrela sem esforço, fazendo até a graça de tirar as mãos do guidão, nem que seja por meio segundo).

Então ao invés de tentar melhorar, aqui você vai treinar novos hábitos fora da caixa, afinal:

Não adianta fazer o melhor tratamento da galáxia, se você não sabe como se cuidar depois que sai das suas consultas!

Mas se você souber… então até um tratamento meia-boca
já te ajuda a melhorar.

O que você precisa é de apoio pra não desistir no meio do caminho e adotar esses novos hábitos de vez.

É aí que eu entro com meu Super Di Lifestyle,
pra te empoderar rumo a sua cura.

Então bora SE PEGAR PRA CRIAR (se autocuidar e se autoeducar nesses novos hábitos pra você também se livrar da depressão e ansiedade).

Comece adotando meu mantra já:

Pra se curar basta treinar!

#juntos somos mais fortes

ana-maria-saad

Mas... como mudar seus hábitos mesmo com depressão e cia?

Xá comigo, eu sei porque passei e me curei.

Eu era VIP - Viciada In Porcaria (Super Trash)!

Daquelas sedentárias que fazem levantamento de copo, comem doritos com coca light no café da manhã e acendem um cigarro na bituca do outro
(até fumar quase 2 maços).

Fora que ficava tão sem energia e era tão preguiçosa que queria que o mundo acabasse, porque daí nem teria o trabalho de me matar.

E mesmo assim eu mudei meus hábitos. Desde 2011, já empoderei milhares de pessoas a fazerem o mesmo, mantendo as recaídas far far away. No meu treino Club da Cachola já temos mais de 5 cases de cura!

Você também vai conseguir,
eu conheço o caminho e vou te ajudar!

Um Super ET em missão:

Desde 2011 uso minha faceta de cineasta, roteirista, atriz, empreendedora digital e founder da ONG Pensamentos Filmados pra te guiar no seu caminho da (auto)cura da depressão, ansiedade & cia, com base no meu:

Super Di Lifestyle que me curou e me mantém curada!

Crio Cursos Online, E-books, Filmes e vídeos no meu canal do Youtube “ANA TV”.

95% do meu conteúdo é gratuito.

Através de incontáveis horas de voluntariado e investimento na
ONG Instituto Pensamentos Filmados.

Nosso trabalho orgulhosamente já

  • evitou mais de 50 suicídios
  • encaminhou milhares de pessoas pra tratamento decente
  • reuniu 23 experts “fora da caixa” no Congresso MeDISmente (gratuito visto por mais de 5 mil lindezas)
  • conta com mais de 500 membros no treino Club da Cachola (a maioria chega com a morte na boca e em alguns meses se considera 50% melhor do que quando entrou e já temos 5 cases de cura)

Making Of da suicida sobrevivente

Nave Mãe me despachou pra Terra em 1981. (A década em que os cabeleireiros tomaram muito chá-de-cogumelo e zoaram as nossas cabeças).

Aos 8 anos já tava doente da cachola - graças a minha família disfuncional onde sofri abusos emocionais e sexuais por parte de meu pai.

ana-maria-saad

Dá play pra ver os detalhes sórdidos na minha TED talk (1ª palestra da vida, pra horror dos meus parentes!)

Diagnósticos e tratamentos

Só fui buscar ajuda médica aos 18 anos. Antes não tivesse ido…

Depois que comecei a psicanálise e tratamento medicamentoso tentei suicídio 2 vezes.

 

Hoje sei que:

  •  De cada 4 pessoas, uma piora com antidepressivos
    (será que é seu caso?)
  • Alguns antidepressivos tem como efeito colateral: o suicídio!
  • 50% dos pacientes que tomam psicotrópicos experimentam o “efeito zumbi”
    (que é legal só na série The Walking Dead, né?)

 

Fonte: US National Library of Medicine National Institutes of Health; Journal of Clinical Psychopharmacology;
Suicide Prevention Program; International Journal of Mental Health Nursing

 

Fui diagnosticada com Depressão, mas a Ansiedade, Pânico, Fobia Social, Pensamentos Intrusivos, Compulsão Alimentar e até Despersonalização, Delírios e Alucinações não ficaram de fora, sou muito inclusiva, percebe?

Durante 5 anos tentei em vão os psicotrópicos (tipo antidepressivos),
homeopatia e até fitoterapia.

Passei por:

  • 3 psiquiatras (um deles suspeitou que eu tivesse ciclotimia pq eu “era de lua”)
  • + de 40 terapeutas (incluindo psicólogos renomados)
  • 3 homeopatas (um deles disse que eu deveria “pensar positivo”, dãaaa)
  • + de 20 benzedeiras, médiuns, macumbeiras

Conheci profissionais despreparados, desumanos e picaretas.

Da carta de suicídio à cura

Não aguentava mais repetir: “Já fiz de tudo e não melhoro”

Não aguentava mais tanto preconceito e falta de apoio.

As Drag Queens têm uma expressão muito sábia: “meu cú!”

Então em 2008 fiz o filme VIDA que seria minha carta de despedida.

Não queria me matar e dar brecha para as pessoas dizerem:

“Sabe a Ana, ela se matou do nada!”

“Do nada, meu cú!”

O filme repercutiu na mídia e eu fiz o que nunca imaginei que teria coragem de fazer: expor minha história de vida.

A partir daí encontrei profissionais “fora da caixa” experientes e amorosos.

Apresentadora Astrid Fontenelle fala do nosso Filme Vida

Em dois anos me tratando fora da caixa, SEM REMÉDIOS, tava curada.

(mas não sou contra alopatia, sou a favor de você melhorar)!

Curada ou surtada?

Conheça nos meus treinos online a Terapeuta e a Médica  (Pós-graduada no Albert Einstein) que me ajudaram por dois anos no meu processo de cura

saiba mais aqui

 

Como sei que tô curada? Bom, não tive mais recaídas (desde 2010), mesmo enfrentando problemas financeiros, profissionais, puxadas de tapete, crises na família, traição de namorado, e até crises capilares, não tive nenhum sinal de transtorno.

E por quê?

Porque fiquei emotionally fit! (Saradona Emocionalmente). Meus novos hábitos me mantiveram de pé.

Apelidei esses hábitos de Super Di Lifestyle.

 

3 hábitos cientificamente comprovados pra gerar saúde e também te deixar emotionally fit (emocionalmente saradão)

Bora conhecer de graça essa maravilha que vai espantar a depressão, ansiedade e cia da sua vida?

 

Tá tudo no Mini Workshop Online Gratuito:

100% Gratuito

Oba, de graça eu quero!

Baixe de graça o ChecklistEu quero!
+